Foi descoberto, na colina de Tel Rehov, no norte de Israel, um centro de apicultura, que seria do tempo dos reis Davi e SalomŃo. Parece serem os restos arqueolˇgicos mais antigos que testemunham o trabalho com as abelhas e a produšŃo de mel. Embora no Egito exista uma representašŃo artÝsitica, feita hß 4.500 anos, onde aparecem homens que recolhem favos, separando o mel da cera.

Na BÝblia nŃo se menciona a apicultura como atividade para a produšŃo do mel, pois alguns dizem que o mel era tirado dos figos e dßctares. Talvez a descoberta mude essa tese, pois, segundo os espertos a presenša dessa colmÚia significa que o mel era produzido em Israel por abelhas.

No local foram descobertos 25 cilindros onde eram depositados os favos. Cada colmÚia media 80 centÝmetros de cumprimento e 40 de diÔmetro. As colmÚias estavam dentro de um recindofeito com tijolos, que foi destruÝdo por um incŕndio. O n˙mero de colmÚia presentes neste local era entre 75 e 200, com mais de um milhŃo de abelhas e uma produšŃo anual de cerca de 500 quilos de mel e 70 de cera. Tal estrutura podia ser conduzida somente por alguÚm de muita influŕncia.

No local foram encontrados tambÚm restos arqueolˇgicos que testemunham a presenša de ambiente dedicado ao culto propiciatˇrio para a produšŃo do mel. Foram encontrados altares de argila onde estŃo representadas figuras de duas divindades femininas, ao lado de uma ßrvore.