Siga-nos no FaceBook




Lugares bíblicos

Quantos cartas Paulo escreveu e quais são?

Pergunta de Marinete, Campo Grande / MS
Resposta de Odalberto Domingos Casonatto, em 08/03/2013


Leia mais sobre Paulo

Olá Marinete de Campo Grande / MS!

 

Sobre a pessoa de Paulo inúmeras perguntas foram dirigidas ao site e respondidas, elas poderão ser consultadas. Pergunta semelhante a sua foi feita: “Quantos livros Paulo escreveu? Pergunta de Patrick Krenn, Nova Iguaçu /RJ, Resposta de Luiz da Rosa, em 08/02/2013 ou ainda “Como são divididas as Cartas de Paulo?” Pergunta de Gabriele Cristina Da Silva, Almirante Tamandaré e Resposta de Odalberto Domingos Casonatto, em 07/12/2012 ou ainda a pergunta: “Quantas cartas tem na Bíblia?”, pergunta de Flavio Barbosa Lima, São Paulo / SP e resposta de Odalberto em 05/09/12.

Olhando estas respostas procuro em forma resumida dar uma resposta à pergunta: “Quantos cartas Paulo escreveu e quais são?”

Esta pergunta nos introduz na Literatura Paulina, em particular as cartas e as Comunidades. Estas cartas mostram o pensamento Teológico Paulino que começa a tomar forma. É claro que não teremos uma Teologia Paulina estruturada já organizada, mas podemos dizer as cartas são respostas às dificuldades pastorais que as comunidades viviam.

 “Respondendo a pergunta podemos dizer que encontramos no Novo Testamento 13 cartas escritas e a de hebreus que muitos autores desconsideram de sua autoria.

Fazendo a distribuição das cartas podemos dizer que 13 são consideradas Paulinas, sendo 7 autênticas e 6 deuteropaulinas (sendo três delas cartas Pastorais)

Cartas Paulinas autênticas:

1 - Romanos

2 - Primeira Coríntios

3 - Segunda Coríntios

4 - Gálatas

5 - Filipenses

6 - Filemon

7 - Primeira Tessalonicenses

 

Cartas deuteropaulinas paulinas :

1 - Segunda Tessalonicenses

2 - Efésios

3 - Colossenses

 

Cartas Pastorais (também consideradas deuteropaulinas):

1 - Tito

2 - Primeira de Timóteo

3 - Segunda de Timóteo

 Total de cartas paulinas: 13

No passado existia o costume de atribuir também a Paulo a carta aos Hebreus. Mas hoje os exegetas são unânimes em afirmar que essa carta não foi escrita por ele, mas por um autor anônimo e seria uma espécie de sermão.

Há alguma discussão também sobre a autoria de algumas das cartas atribuídas a Paulo. Talvez não saíram do seu próprio punho, mas de seus discípulos ou, de qualquer forma, pessoas muito próximas dele. Discute-se sobre a autoria de Colossenses, Segunda aos Tessalonicenses, Efésios, Primeira e Segunda a Timóteo e Tito. Muitas cartas também são um conjunto de varias cartas, reunidas em uma só. Por isso são longas e possui assuntos diversos. Dificilmente naquela época se escrevia longas cartas. Sabemos que o pergaminho feito de couro de carneiro, que eram escritas as cartas era muito caro. Uma típica carta do tempo de Paulo esta na carta a Filemon. Destaca-se apenas um assunto em uma página servindo para modelo de compreensão como seriam as cartas neste tempo.

Um outro exemplo é a carta aos Filipenses que demonstra ser uma junção de 3 cartas.

1 – uma cartinha de agradecimento

2- Carta principal falando da situação.

3 – Uma carta alertando dos intrusos na comunidade.

Outro exemplo a destacar é a primeira carta aos Coríntios que aborda vários assuntos, que foram contidos em varias cartas e no final juntados em uma só carta.

27774 visitas

1 comentário

Postar um comentário

  • Daniel (RIO DE JANEIRO) - 14/04/2014

    Na verdade existem pelo menos mais 2, além dessas 13, que não estão na bíblia. Uma a corintios, a que Paulo se refere em 1 cor. Outra à Laodicéia, que Paulo recomenda que os Colossenses a leiam.