Os 10 mandamentos

Estudo de Alessandro de Azevedo Moreira Moreira, em 23/05/2011


Leia mais sobre Decálogo

 O primeiro ponto que tem que ser analisado, é entender que estes preceitos legais foram criados como norteadores de conduta de um povo visando criticar outra sociedade que já existia, uma vez que tem cunho social.

 

O Povo Hebreu no Pentateuco mostra o seu desvinculamento perante as outras civilizações, destarte, suas colocações possuem carga negativa quando do uso do “não” e positiva, quando orientam as práticas corretas dentro deste viés.

 

O seu maior antagonismo era com os Cananeus e suas práticas pagãs como: a adoração de animais como a serpente, as festas de prostituição divinas, o assassinato de crianças em oferendas a seus deuses.

Devemos ter em mente que um mandamento, para ser divino, deverá atender as pelo menos três requisitos básicos, quais sejam:

  1. Atemporal; que pode ser aplicado em todos os tempos visto ser imutável;
  2. Universal; aplicação indistinta a todos os povos;
  3. Imparcial; atingir a todos da mesma maneira.

 

Assim, uma determinada lei que possa ir contra qualquer um desses requisitos, não será nunca uma lei proveniente de Deus, mas apenas leis feitas pelas “mãos” dos homens. É um bojo de leis concêntricas que têm seu ponto nelvrágico na proteção a vida, uma vez que esta estava banalizada dentro das culturas em torno do povo hebreu.

 

1º - Amar a Deus sobre todas as coisas.- 10º - Não desejar a mulher do próximo nem cobiçar nenhum de seus bens.

Ligação entre o Poder Religioso e o Poder Econômico. Crítica aquelas que queriam ser Deuses, ou agir em nome destes, pois assumem uma posição de comando tornando-se autoridade suprema e passam a cobiçar. A questão da mulher é importante dentro do contexto da possibilidade de herança.

 

2º - Não fazer imagens para adoração. - 8º – Não furtar.

Percebe-se uma tentativa de afastamento das práticas dos outros povos e é neste caminho que deveria ser analisado. Se Deus proibisse de fato as imagens porque ele em 1 - Êxodo 25, 18-19 dirá: “Farás dois querubins de ouro polido, nas duas extremidades do propiciatório; um de um lado e outro do outro lado, de modo que os querubins estejam nos dois extremos do propiciatório”.  A questão de se apropriar indevidamente do que não nos pertence faz parte do respeito que devemos ter para com nosso próximo. Por outro lado, isso sanciona o direito que cada um tem de possuir alguma coisa, desde que a obtenha por vias legais e éticas.

 

3º – Não tomar seu santo nome em vão.

Embora devemos ter todo o respeito ao nome de Deus, ficamos a pensar se realmente isso poderia ser uma ordem divina ou se seria fruto do pensamento cultural da época. Se Deus diz que seu nome é Javé, e que seria assim que deveríamos chamá-Lo, por que motivo nós não o chamamos pelo seu nome? Ou as determinações divinas fora dos Dez Mandamentos não devem ser cumpridas? Isso mostra as várias tradições que escreveram a Bíblia no geral, pois de outra maneira poderia parecer um caldeirão de contra-sensos.

 

4º – Guardar o dia de sábado

A questão do trabalho deve ser entendida dentro de uma visão que não aceita a exploração do trabalhador além do fato de que para o homem além da necessidade física, podemos também perceber outra de natureza religiosa, ou seja, a importância de se reservar um dia para que as pessoas pudessem se dedicar às suas atividades religiosas. Isto quer dizer que na época do oitavo século o preceito do sábado não era obedecido.

 

5º – Honrar pai e mãe.

É o sinal claro de que as relações familiares dentro dos clãs haviam sido desfeitas.

 

6º – Não matar.

Isso implica dizer que as outras sociedades possuíam projetos de morte e é contra isso que este mandamento vai direto tentar coibir.

 

7º – Não adulterarás.

Esse Mandamento, algumas vezes, o encontramo-lo da seguinte forma: “Não pecar contra a castidade”. Ora, castidade não tem o mesmo significado que adultério. Sendo a castidade definida como abstinência total dos prazeres sexuais. E pergunto se as pessoas casadas estariam infringindo tal lei? Ou não seria uma lei para, de certa forma, justificar o celibato?

O significado de adulterar: 1. Falsificar, contrafazer: 2. Corromper, viciar, deturpar, deformar. 3. Mudar, alterar, modificar, podendo ainda corresponder a cometer adultério, ou seja, infidelidade conjugal.

 

9º – Não levantar falso testemunho.

Fundado principalmente numa questão de justiça, é inegável que se trata de um preceito natural, portanto, divino.

2717 visitas

42 comentários

Postar um comentário

  • CRISTIANO (SÃO PAULO) - 06/08/2013

    1 JOÃO 2:3-6 Ora, sabemos que o temos conhecido por isto: se guardamos os seus mandamentos. 4 Aquele que diz: Eu o conheço e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade. 5 Aquele, entretanto, que guarda a sua palavra, nele, verdadeiramente, tem sido aperfeiçoado o amor de Deus. Nisto sabemos que estamos nele: 6 aquele que diz que permanece nele, esse deve também andar assim como ele andou. 1 JOÃO 3:4 Todo aquele que pratica o pecado também transgride a lei, porque o pecado é a transg...

  • ad (Colatina) - 07/01/2012

    Clodoaldo, então os 10 mandamentos foram anulados certo? Agora pode matar, roubar, adulterar, ter outros deuses, profanar o sábado, que não é pecado...QUANTA IGNORANCIA!SOCORRO

  • Clodoaldo Soares (Cornélio Procópio Pr.) - 06/01/2012

    Com relação aos Dez Mandamentos, O livro de Êxodo e Deuteronômio nos informam que ele faz parte de todas as ordenanças dadas na Aliança do Sinai. Ora, se o Decálogo é parte integrante da Aliança do Sinai e o Senhor nos diz através do profeta Jeremias que esta Aliança feita com a Casa de Israel e a casa de Judá: \"Eles (os israelitas) anularam a minha Aliança. Jr.31.32. No lugar da Lei, agora é Cristo. Rm.3.21,22; 10.4; Lc.16.16.IICo.3.7; Gl..3.19-25; 5.4,14,16,18; Ef.2.15; Col.2.14. Hb.8.13. É só lermos e refleti...

  • Clodoaldo Soares (Cornélio Procópio Pr.) - 06/01/2012

    Com relação aos Dez Mandamentos, O livro de Êxodo e Deuteronômio nos informam que ele faz parte de todas as ordenanças dadas na Aliança do Sinai. Ora, se o Decálogo é parte integrante da Aliança do Sinai e o Senhor nos diz através do profeta Jeremias que esta Aliança feita com a Casa de Israel e a casa de Judá: \"Eles (os israelitas) anularam a minha Aliança. Jr.31.32. No lugar da Lei, agora é Cristo. Rm.3.21,22; 10.4; Lc.16.16.IICo.3.7; Gl..3.19-25; 5.4,14,16,18; Ef.2.15; Col.2.14. Hb.8.13. É só lermos e refleti...

  • ad (colatina) - 03/08/2011

    são simplesmente as leis de Deus, que Ele mesmo escreveu com o dedo.Pena que muitos ignorantemente desconsideram essa lei.Na verdade, desconsideram apenas o sábado, como se fosse algo separado. O que que a tradição não faz com a sociedade hein?Dizem que adoram a Deus e pregam que sua Lei foi abolida! O mais interessante é a montanha de fáláceas que colocam sobre os mandamentos, tentando explicar como Deus pensa...tadinhos dos pobres...Pensam que se livrarão do juizo de Deus, praticando tais coisas?

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 08/06/2011

    Texto de Antonio Mello: PAULO E A JUSTIÇA DA LEI... Gálatas 2:21; Filipenses 3:6 “Não aniquilo a Graça de Deus, porque se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde... .” Romanos 8:4; Filipenses 3: 6 “Para que a justiça da lei se cumprisse em nós... Segundo o zelo, perseguidor ..., segundo a justiça que há na lei, irrepreensível.” RESPONDA: Há ou não há justiça na lei? Caro irmão, é profundíssima a força de pensamento do apóstolo Paulo. Para alcançá-la é necessário pedir auxílio ao Espírito Santo, ...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 06/06/2011

    II Timóteo 3- "Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo APARÊNCIA DE PIEDADE, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te. Porque deste número são...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 03/06/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Sabe quando eu te perguntei qual era a chave de interpretação que vc usava? quando vc me disse, eu já tive uma idéia geral de como encaras a bíblia: ipsi literis. Quando digo que vc não era católico de verdade, é pq não era mesmo, meu querido; se vc fosse, não tinha saído, é óbvio;não precisava! Vcs pensam a priori, que só na Igreja de vcs é que está a verdade bíblica; a presença de Deus.Esta arrogância e ignorância é no mínimo infantil, para não dizer outras coisas que a minha educação n...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 02/06/2011

    Alessandro, caso vc não mude de juízo, tenho pena dos coitados que possivelmente possam ser inocentes e que venham a cair nas tuas mãos se um dia chegares a ser promotor de justiça; tens uma análise de texto fraca e constantemente fazes prejulgamentos. Já li a Bíblia nove vezes, destas, três vezes enquanto católico (nunca encontrei um padre sequer que me desse explicações coerentes sobre minhas dúvidas, mas mesmo assim permanecia firme, pois pensava que eu é que não entendia)...fui batizado, fiz a "1ª comunhão", fi...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 02/06/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Eu não te disse que vc nunca foi Católico! Grande parte dos Católicos e isso é uma realidade, não lê Bíblia, não sabe nem a própria doutrina de sua Igreja. vc provavelmente, deve ter sido um destes; católico de alguns domingo por ano. Não é o fato e vc ter vindo de um lar que tinha a foto do Papa na parede, que significa que vc era Católico de verdade,pois se o fosses , jamais terias saído. Como já disse para vc, não acredito que Deus está apenas na IC, mas ele também, está lá. Um dos fat...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 02/06/2011

    Alessandro, sabemos que o batismo nada mais é do que uma demonstração pública de aceitação do Evangelho, e não pode ser nem de perto comparado a uma vacina, pois ao ser batizado não ficamos imunes ao pecado. A Bíblia diz em Atos 22:16 “Agora por que te demoras? Levanta-te, batiza-te e lava os teus pecados, invocando o Seu nome.” A Bíblia diz em Romanos 6:2-7 “De modo nenhum. Nós, QUE JÁ MORREMOS PARA O PECADO, como viveremos ainda nele? Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos batizados em Cristo Jesus fo...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 02/06/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Me prometa que vai analisar com boa fé as respostas; te peço que não refute-as apenas por refutar;coisa de criança malcriada. Here it goes: Embora realmente não seja tão comum vermos batismos por imersão na Igreja Católica - até porque a maioria dos católicos batizam seus filhos logo nos primeiros dias após o nascimento, constituindo isto um obstáculo prático para a "popularização" do batismo por imersão -, isso não significa que ela só proceda o batismo por infusão. Tanto isso é verdad...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 02/06/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Me desculpe a demora, estava muito ocupado. Here it is: Deixai vir a mim as criancinhas e não as impeçais, porque o Reino de Deus é daqueles que se parecem com elas" (Lc 18,16). A Sagrada Escritura A Sagrada Escritura cita vários exemplos de pagãos que professaram a fé cristã e que foram batizados "com toda a sua casa". A palavra "casa" ("domus", em latim; "oikos", em grego) designava o chefe de família com todos os seus domésticos, inclusive as crianças: "Disse-lhes Pedro: 'Ar...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 02/06/2011

    Uééé...cadê meu amigo Alessandro? Sumiu?

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 01/06/2011

    Tudo bem então, já que vc está disposto a mexer com quem tá quieto e a iniciar o "combate" usando apenas a Bíblia (o que eu não acredito), então vamos lá, responda-me o seguinte: ---considerando que no livro de Marcos 16:16 Jesus disse seguinte: "Quem CRER e FOR BATIZADO será salvo; quem, porém, não crer será condenado." verificando que PRIMEIRO devemos crer, e DEPOIS sermos batizados; ----- considerando que em Lucas 3:3 está escrito "Ele (João Batista)percorreu toda a circunvizinhança do Jordão, pregando batismo ...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 01/06/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Fugiu né? realmente nunca acreditei que vc fosse aceitar o desafio; a Ic não tem nada disso q vc está alegando como desculpa banal p não aceitar a minha proposta. Vc está com medo de que eu te mostre a barca furada em que se encontra, né? Mais eu já me considero vencedor do nosso quase combate; vc pelo menos se mostra um perdedor quase digno, pq usou de uma desculpa fraquinhaaaaaaaaaaaaa. Tudo bem meu, ainda podes retornar a IC quando quiseres. .k.

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 01/06/2011

    Feito Mas com uma condição: que vc use única e exclusivamente a Bíblia para sustentar suas afirmações. Iiiiii... acho que não vai dar, eu tava pensando melhor, e daí lembrei de outros amigos que postam comentários neste site, e eles ficam dizendo que a IC tem autoridade e algo do tipo "procuração" de Deus para alterar isso ou mudar aquilo, etc e tal... vamos ter que deixar prá lá, mas valeu a proposta, foi muito bacana. Abraço!

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 31/05/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! O comentário que fiz sobre a interpretação de vcs eu sustento e te faço um desafio: DESAFIO A VC PROVAR QUE A IGREJA CATÓLICA ESTÁ ERRADA EM QUALQUER COISA QUE VC ACREDITE Q ELA ESTEJA. EU DA OUTRA PARTE IREI TE PROVAR QUE É A TUA IGREJA A ERRADA. ISTO É APENAS UMA BRINCADEIRA TEOLÓGICA, NÃO É PARA SE ZANGAR! SEI Q O MAIS IMPORTANTE NÃO É A PERTENÇA A ESTA OU AQUELA IGREJA E SIM AS AÇÕES DAS PESSOAS ,MAIS ESTOU TE PROPONDO UM DESAFIO TEOLÓGICO. E DAÍ, VAI ACEITAR? DO AMIGO ALE...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 31/05/2011

    Alessandro, obrigado pelo conselho, meu amigo, mas eu já vim de lá, e se existe uma certeza na minha vida, é que para lá não voltarei, e se existe alguma infantilidade em tudo isso que comentamos, é o fato de vc acreditar que pelo fato de Jesus ter ressuscitado no primeiro dia da semana seria motivo para mudar o dia santo estipulado lá na criação, confirmado no Sinai, seguido por Jesus e pelos Apóstolos, confirmado por Joaão no Apocalipse e... mas essa já é outra conversa. Lamento muito! Lamento muito Sei que tudo ...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 31/05/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Acredito na premissa que devemos fazer parte da Igreja em que nos sentimos bem. Pertença a Igreja nenhuma é conditio sine qua non para a salvação a priori. Agora, acredito também que vc nunca foi Católico de verdade; vc apenas passou uma temporada dentro da única Igreja criada por Jesus e não fostes bem orientado. Estou curioso a respeito de um comentário que vc usou em um outro momento:sou Adventista do Sétimo Dia, não porque eu creio nessa igreja, mas porque essa igreja crê na Palavra ...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 31/05/2011

    Alessandro, não ha porque considerar delicado discutir qualquer tema da Bíblia ou das doutrinas da nossa igreja, ao contrário, é um prazer trazer à luz motivos e esclarecer preconceitos, mas embora sejam boas as perguntas que fizeste eu precisaria de mais de espaço e tempo para respondê-las claramente, pois são vários temas, mas vou responder diretamente cada um deles, e em outra oportunidade desdobrar cada um, então: a) essa é a pergunta mais fácil de responder, mas a mais polêmica, se o amigo dispuser-se a dar um...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 31/05/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Irei tocar em um assunto delicado, mais sinceramente gostaria de entender principalmente vindo a explicação de um Adventista; a) Qual a justificativa de vcs para o sábado? b) A interpretação literal da Bíblia? c)Não acreditam na imortalidade da alma; d) Naturezade Cristo similar a de Adão depois da queda. e)Santa Ceia só 4 vezes ao ano; f)Abstinência de carne de porco , frutos do mar e algumas outras carnes. Vc tem opção de não querer explicar os itens. Alessandro

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 30/05/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Apesar de vc achar que eu não respondi a sua pergunta, eu a respondi sim;pode ser que não da maneira que vc esperava. Sou Católico mas não sou fundamentalista. Não advogo a tese que Deus está apenas em minha Igreja. Agora como teólogo católico,as chaves de interpretação que uso,não se limitam as duas que vc usa; nós usamos também, o contexto histórico-crítico e as alegorias - veja eu disse também e não apenas .Isso faz uma diferença significativa no entendimento Geral da Sagrada Escritura...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 30/05/2011

    Meu caro Alessandro, não sei nem o que dizer com relação a resposta que deste sobre a minha pergunta, mas no mínimo foi decepcionante, embora não fosse inesperada. Você tentou fazer um enroleichon e acabou não dizendo nada, embora sabendo perfeitamente de que se tratava a pergunta que fiz, ainda subestimou minha inteligência fazendo análize do verbo "crer". Entendo que a resposta direta seria comprometedora para você, pois de um lado estaria colocando em descrédito a Lei Divina, que segundo seu estudo é ATEMPORAL, ...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 26/05/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Lhe fiz estas perguntas para entender o universo religioso em que vc está inserido, uma vez que isto é conditio sine qua non, para agora, poder entender a suas colocações e ter uma visão de contexto sobre a sua pessoa. Tem um frade amigo meu meu que diz o seguinte: Através da Igreja que uma pessoa está inserida, vc pode entender muito sobre ela. Pois bem, irei responder-te uma questão de cada vez até pq gosto destas nossas conversas e vc também responderá algumas minhas,pode ser? A sua...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 26/05/2011

    Querido Alessandro, vc está sendo evasivo, mas como somos amigos não custa nada eu responder mais esta pergunta e lhe informar que as "chaves de interpretação" que uso para estudar a bíblia são a ILUMINAÇÃO DO ESPÍRITO SANTO, conforme João 16:13-14 e a LITERALIDADE, conforme Deuteronomio 29:29 . Estas duas "chaves", a princípio, me bastam para o estudo da Palavra de Deus, expressa na Bíblia. Aguardo, do amigo, a resposta da pergunta que fiz, caso não hajam mais perguntas para eu responder. Abraço!

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 26/05/2011

    Caro Marcos! Paz e Bem! Antes de te responder, se não fosse pedir demais de vc, gostaria que me dissesse, qual é ou quais são, as chaves de interpretação que vc usa para estudar, ler e entender a Sagrada Escritura? Alessandro

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 26/05/2011

    Simples assim? Caso encerrado? Não, meu irmão, mas posso ser razoável, basta vc responder as perguntas que fiz no 5° item, aí então podemos "bater o martelo".

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 26/05/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Muito obrigado por teres respondido as minhas perguntas. Isso encerra o caso. Alessandro

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 26/05/2011

    Tudo bem Alessandro, vamos analizar alguns pontos: 1°- Este é um site bíblico, e não jurídico, portanto nada mais natural que façamos comparativo entre a questão jurídica sobre o tema que colocaste e a questão teológica, pois senão partiremos exclusivamente para a parte jurídica e abandonaremos a teológica, portanto não estou errado na colocação que fiz, por isso eu disse que se eu estiver incomodando com questões teológicas, peço desculpas e me retiro, certo?2°- Como já expliquei, não escrevi com agressividade, ap...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 26/05/2011

    Caro Marcos! Paz e Bem! Que agressividade é essa meu irmão? Vc já está levando para outro lado. Calma, meu rapaz! A Igreja não é minha não! Me diga uma coisa, se puderes? Qual é a sua formação acadêmica? De qual Igreja vc participa? Te pergunto isso apenas para tentar entender mais o seu universo. Se tem alguma pessoa católica ou não, que usa da mesma agressividade que vc usa, ele está tão equivocado quanto vc está, isto é lógico, dentro de minha humilde visão. Mais uma vez lhe digo: este artigo que postei para ...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 25/05/2011

    Pois é, caro Alexandre, parece que vc analisou superficialmente o comentário que postei, o qual eu NÃO COMECEI fazendo qualquer tipo de ofensa contra sua igreja, mas comecei sim CONSTATANDO FATOS, ÓBVIOS E CLAROS, e terminei afirmando que a sua igreja FRAUDOU DISCARADAMENTE, repito: FRAUDOU, os SANTOS MANDAMENTOS DE DEUS, e eu provo à vc, USANDO A SUA PRÓPRIA BÍBLIA, que a sua igreja cometeu essa profanação da Lei de Deus. Talvez agora vc compreenda porque eu fiquei confuso ao ler o texto que VOCÊ ELABOROU com rela...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 25/05/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Qualquer pessoa de qualquer Igreja que começe qualquer comentário com ofensas como vc fez, sim - ou vc acha que chamar os outros de fraudadores não é ofensa? - não deve ser levado a sério, discuta idéias sem ofensas! isto é um princípio básico de ética. Meu irmão, vc tem todo o direito de discordar de qualquer coisa; não sou contra esta premissa e nem posso ser como um futuro Promotor que pretendo ser. Discutir é louvável e é um dos objetivos do site; agora, trazer para o lado ofensivo,nã...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 25/05/2011

    Caro Alessandro, a mesma paz! O comentário que fiz foi exatamente para debater a ideia, ou melhor, o FATO, de que a igreja católica PROFANOU os Mandamentos, alterando, modificando e excluindo os SANTOS MANDAMENTOS, e podemos classificar este FATO como "aprofundamento de estudos", pois de outra forma ficaremos única e exclusivamente sujeitos aos ditames da "santa" igreja católica. Parece-me, que no seu conceito, ética é não questionar a doutrina da IC, e sim aceitá-la inquestionávelmente, como dizemos aqui nos sul "...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 25/05/2011

    Caro Marcos, Paz e Bem! Não seja leviano com a Santa Igreja Católica. Este site foi escrito para se debater idéias e aprofundar estudos; não foi feito para servir de lugar para discriminar qualquer que seja a Igreja.Por favor, seja mais ético! Será que este comportamento é o desejado e ensinado por Jesus?

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 25/05/2011

    6º Mandamento da Lei de DEUS: "Não matarás".na lei da igreja católica os mandamentos ORIGINAIS de DEUS foram profanados e o 6° Mandamento foi alterado para 5° mandamento. O 2° Mandamento da Lei de DEUS, "Não farás imagens de escultura", foi APAGADO, REMOVIDO, SUPRIMIDO.O 4° Mandamento da Lei de DEUS diz que devemos "lembrar do dia de Sábado para o santificar", mas a igreja católica mudou do Sábado para o domingo e o transformou no 3° mandamento; para justificar a falta do 2° Mandamento da Lei de DEUS, a igreja cat...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 24/05/2011

    Paz e Bem! Caro Sr Paulo, não sei se estou a altura de lhe responder alguma coisa, visto que o que sei é muito pequeno e limitado. Mais tentarei esboçar algo para o Senhor. As suas possíveis dúvidas em relação as contadições não são apenas suas,acredite,muita gente têm as mesmas dúvidas e neste site, eu mesmo já encontrei a resposta para algumas delas lendo artigos de algumas pessoas. Jesus está inserido em um contexto histórico diferente daquele que apareceu os 10 mandamentos; em uma época de imaturidade e...

  • Paulo (Ponta Grossa) - 24/05/2011

    Sr. Alessandro sempre tenho dúvidas em relação àlgumas aparentes contradições entre o AT e o NT. Existem uma serie de proibições no AT que aparentemente Jesus revoga. Como por exemplo a proibição de certos alimentos. Entretanto o que mais me intriga é justamente o 6º mandamento NÃO MATARÁS, curto e extremamente objetivo. Mas ao lermos o Levitico verficamos uma serie de desvios de conduta punidos com a morte. Existe uma passagem no Exodo em que um homem foi flagrado colhendo lenha no sábado e por isso apedrejado (na...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 23/05/2011

    Caro Marcos, mais uma vez muito obrigado por teres feito comentário sobre o meu textinho; e mais uma vez também, quero deixar claro, que foi feito dentro de uma disciplina de uma Faculdade específica sem qualquer conotação teológica. É para ser observado dentro da esfera do Direito mostrando a contraposição do povo Hebreu em frente aos povos do século VII a.C. Abraços a todos!

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 23/05/2011

    Essa é a minha preocupação, Alessandro, ou melhor, minha confusão de pensamentos; já fiz essa cadeira de História do Direito, e a Bíblia é muito útil para conhecimento dessa matéria, mas a parte teológica da lei é infinitamente mais importante do que a parte legal da mesma, pois essa conduz a vida eterna, enquanto que aquela traz conhecimento, e não sabedoria, conforme a Palavra de Deus. Preocupo-me com o posicionamento teológico das pessoas, as quais desejo que todas encontrem a verdade, e o estudo da lei de Deus,...

  • Alessandro de A Moreira (Estreito) - 23/05/2011

    Caro Marcos, gostaria de lhe agradecer sobre o seu posicionamento que é e sempre serà bem vindo.Quando contatei o Nobre Luiz que é o proprietáriodeste fantástico site para saber da possibilidade de ser um dos que enviam pequenos artigos na tentativa de colaborar com o conhecimento sobre a bíblia e o cristianismo em geral, ele gentilmente, permitiu que eu colocasse o meu pensamento e por isso serei sempre grato a ele e a vcs que são leitores do site por suas colocações sobre o que escrevo. Deixa eu te explicar uma c...

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 23/05/2011

    Caro Alessandro, quero deixar aqui expressa minha admiração por grande parte dos comentários que tens redigido; tens domonstrado coerência e elevado grau de cristianismo, que deveria ser o fim de todo aquele que professa ser chamado filho de Deus, mas confesso que as vezes fico confuso ao ler um comentário como o que vc colocou neste tema, onde vc muito bem descreve os requisitos básicos da lei divina, e por isso vou transcrve-los para analizar-mos: "Devemos ter em mente que um mandamento, para ser divino, deverá a...