Quanto levou a travessia do Mar Vermelho?

Pergunta de José Carlos de Lima Oliveira, São Gonçalo
Resposta de Luiz da Rosa, em 31/01/2011


Leia mais sobre História de Israel História de Israel Êxodo

Não é possível dar uma resposta certa para sua pergunta. Tudo depende do lugar por onde os hebreus teriam feito essa travessia. Como veremos, há várias hipóteses: algumas supõem até 50 quilômetros e outras poucos metros.

A travessia do Mar Vermelho foi uma das etapas da fuga dos hebreus do Egito, onde eram escravizados pelo Faraó. Depois das 10 pragas, como narra o livro do Êxodo, o povo fugiu em direção à Terra Prometida, a Israel. O episódio é contado em Êxodo 14.

Muitos procuram razões científicas e históricas para explicar esse fato. Artigos desse gênero aparecem em continuação nos meios de comunicação, como aquele visto na Veja no ano passado. Na internet existem inclusive vídeos que procuram dar uma justificação científica.

Historicamente não conseguimos nem identificar exatamente o percurso feito pelo povo, durante a sua fuga. Em Êxodo 14,2, antes de atravessar o Mar, conta-se que o povo se acampou em Pi-Hairote, entre Migdol e o Mar, diante de Ball-Zefom. Em modo geral, a Bíblia conta que o povo se dirigiu para o Mar dos Juncos (Yam-Suf). É uma indicação pouco certa, visto que o junco é presente em toda região litorânea.

Como não é possível idenficar essa região, surgiram, se podemos resumir, 4 hipóteses:

1. Alguns julgam que a localidade se encontra onde hoje está Nuweiba, no golfo de Aqaba, o braço direito do Mar Morto. Isso supõe que Moisés e o povo deixam para trás o Deserto do Sinai. Mas na Bíblia a passagem do Mar Vermelho é logo após a fuga do Egito, e antes da Aliança em cima do Monte Sinai. Portanto essa hipótese representa uma incoerência com a narração bíblica.

2. Outros julgam que o povo teria atraverssado o atual Golfo de Suez, onde a largura vai de aproximadamente 10 a 50 KM. O problema é que esse Golfo está muito ao sul do Egito e da Palestina e suporia um desvio exagerado no caminho para a Terra Prometida.

3. A terceira hipótese retém que a passagem teria ocorrico na região dos lagos amargos, próximo à atual cidade de Suez, onde a área de mar é bastante breve.

4. A quarta hipótese tem o aval de muitos biblistas atuais e pensa que a narração bíblica se refere à zona do Mediterrâneo, onde existe uma zona de pântano e não exatamente mar.

Reflexão
1. A única fonte que temos sobre esse acontecimento é o capítulo 14 do livro do Êxodo. De acordo com a tradicional hipótese documental, esse texto foi definitivamente redigido quando o povo judeu voltou do exílio em Babilônia, no século V antes de Cristo, tendo como base fontes antigas. Portanto estamos diante de um texto escrito ao menos 5 séculos depois dos acontecimentos. Seria igual se alguém hoje decidisse escrever sua visão da descoberta do Brasil. Obviamente, neste período de tempo, a memória do acontecimento foi trasmitida de forma oral. Devemos, por isso, supor ampliações e até exageros.
2. Como em outros livros bíblicos, os fatos históricos contados pelo Êxodo têm nitidamente intenção teológica e não exatamente histórica. Querem sobretudo sublinhar o poder salvífico de Deus sobere a história, a favor do povo eleito.

12812 visitas

2 comentários

Postar um comentário

  • Paulo Ricardo (Valongo) - 01/08/2014

    Eu acho que em relação ao local da travessia é o que diz a segunda hipótese pois eles apenas teriam de descer a partir de Goshen passando por Sucoth e atravessar perto da atual cidade de Suez.

  • Marcos Morales (Taquara-RS) - 24/02/2011

    Tenho uma 5ª hipótese com relação à travessia do Mar Vermelho pelo povo de Israel, conduzida por Moisés, mas não se refere ao tempo e à distância da travessia, e sim em relação ao fato do acontecimento. Embora exista uma forte corrente de teólogos que defendem a travessia do Mar Vermelho como sendo um evento figurativo na maneira como foi descrito em Êxodo 14, é necessário alertar que existem muitos teólogos e leigos crentes que creem ter sido um fato literal exatamente como descrito naquele livro, tendo o povo pa...