O texto original da Bíblia

Estudo de Luiz da Rosa, em 02/10/2010


Leia mais sobre Manuscritos bíblicos

A crítica textual é um tema muito conhecido entre os biblistas e praticamente ignorado pelo público. Já tentamos dar alguma linhas introdutivas ao tema e inclusive apresentamos um exemplo, João 6,47.

Não existe mais a Bíblia original, o texto escrito pelas mãos dos autores sagrados. Existem, invés, diversos manuscritos, alguns mais recentes outros mais antigos, que trasmitem o texto bíblico, em pedaços. E a curiosidade é que se poderia dizer que não existem dois manuscritos, sopretudo do Novo Testamento, que sejam exatamente iguais e interamente idênticos. Alguém que quer estudar bem um texto bíblico, uma das primeiras coisas que precisa fazer é ter certeza que o texto que tem diante de si concorda com aquele saído das mãos do escritor inspirado. Esse é o trabalho da crítica textual, que atingiu um grau de especialização muito elevado. Não precisamos começar esse trabalho, pois temos a disposição excelentes obras que recolhem o resultado dos esforços dos cientistas, sobretudo as obras “Biblia Hebraica Stuttgartensia” para o Antigo Testamento e “Nestle-Aland” para o Novo Testamento.

A Bíblia, antes de ser um conjunto de textos, era pequenas obras individuais. E antes de ser um livro de tipo moderno, como aqueles que saem das editoras, era papiro ou pergaminho, manuscritos. Antigamente todos os manuscritos eram copiados à mão, por pessoas mais ou menos preparadas e professionais, que faziam esse trabalho durante diversas horas. Por isso é óbvio pensar que o trabalho deles teve erros técnicos involuntários e casuais que fazem parte do processo normal de transmissão manuscrita dos documentos. Podemos também encontrar erros que aos nossos olhos parecem ser questões gramaticais, mas, quem sabe, são frutos de antigas pronúncias regionais.

Quando se copia um texto à mão de um manuscrito, contendo milhares de palavras, é inevitável e compreensível cometer erros de transcrição. Esses erros podem ser erros gramaticais ou omissões de palavras, ou inteiras frases, por causa de distrações ou trocas acidentais de letras e pulos de linhas durante a cópia de um texto. Às vezes, por distração, algumas palavras ou letras foram substituídas na cópia por outras muito parecidas. Alguns textos copiados também podiam estar em péssima condição de conservação e a leitura então era difícil. Também o cansaço podia afetar os escribas que copiavam livros inteiros.

Ao lado dos erros “técnicos”, que representam a maioria das diferenças entre os manuscritos, existem as alterações voluntárias, particularmente significativas nos casos dos textos religiosos, por diversos interesses. As alterações voluntárias são as manipulações mais perigosas que se produziram durante o processo de cópia, pois conduziram a uma transmissão anormal do texto. A razão de ser dessas alterações, por um lado, é por que os copistas não se limitavam a copiar o texto, mas pretendiam melhorar a prosa do texto e o estilo e, por outro lado, alguns escribas inseriam no texto bíblico modificações por razões doutrinais e teológicas, ou ainda, para resolver contradições e problemas.

Todos os manuscritos antigos eram escritos usando a técnica da escritura continua, ou seja, todas as palavras eram grudadas umas às outras e sem nenhum acento ou sinal gráfico. Isso, além de tornar a leitura muito pesada, podia gerar involuntariamente confusões e dilemas na interpretação do escrito.

Por exemplo, em Marcos 10,40, temos, no final do versículo, a frase em grego: ALLOICHTOIMACTAI (alloisetoimastai). Em português pode ser traduzida como “mas é para aqueles aos quais isso foi destinado”. Todavia, essa sequência de palavras poderia também ser interpretada simplesmente como alloi to mastai, que significa “foi preparado para outros”, que tem outro sentido. Normalmente o versículo de Marcos 10,40 é traduzido conforme a primeira hipótese: “O assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não cabe a mim concedê-lo, mas é para aqueles aos quais isso foi destinado”. Invés, se fosse traduzido conforme a segunda hipótese, a frase seria mais ou menos assim: “O sentar-se à minha direita ou à minha esquerda não cabe a mim concedê-lo; foi preparado para outros”.

Outro erro clássico provem do inserimento acidental de notas à margem do texto. Antigamente não existia o conceito editorial de notas ao pé da página como temos hoje. Por isso, acontecia que o proprietário de um texto escrevia notas pessoais ou observações sobre a sua folha, no meio do texto. Depois, quando estes manuscritos eram usados como fontes para copiar o texto para outro manuscrito, podia acontecer que o copista colocasse essas notas como texto, embora elas não pertencessem ao documento original.

Um provável exemplo deste engano encontramos em João 5,2-4, cujo texto diz: (2)Existe em Jerusalém, junto à Porta das Ovelhas uma piscina que, em hebraico, se chama Bethzata, com cinco pórticos. (3)Sob esses pórticos, deitados pelo chão, numerosos doentes, cegos, coxos e paralíticos ficavam esperando o borbulhar da água. (4)Porque o Anjo do Senhor se lavava, de vez em quando, na piscina e agitava a água; o primeiro, então, que aí entrasse, depois que a água fora agitada, ficava curado, qualquer que fosse a doença.

A segunda parte do texto, o versículo 4, não aparece em todos os manuscritos e em algumas traduções é colocada entre colchetes. No contexto do discurso parece, de fato, uma nota ou uma consideração, que foi inserida como parte do texto por um copista. Bastou que um escriba realizasse uma cópia deste texto e assim ele chegou até nós.

As alterações voluntárias representam o maior inimigo contra o qual a crítica textual tem que combater. Não é simples estabelecer se uma alteração foi inserida voluntariamente para forçar um texto a dizer certa idéia ou se efetivamente a frase é autêntica e existia também nas primeiras cópias do texto e foi desejada pelo autor. A este propósito, já no século III e V, Origem e Jerônimo escreviam sobre esse tema:

Origem (185-250 d.C.), Commentário a Mateus, 15.14 – As diferenças entre os manuscritos dos Evangelhos se tornaram grandes, seja pela negligência de alguns copistas, seja pela malvadeza de outros; esses ou deixaram de corrigir aquilo que transcreveram ou, enquanto corrigiam, alongavam ou abreviavam, segundo seus juízos.

S. Jerônimo (340-420 d.C.), Epístola LXXI, 5 – Os copistas transcreviam não aquilo que encontravam, mas o que consideravam ser o significado e, enquanto tentavam corrigir os erros dos outros, revelam os próprios.

Algumas alterações voluntárias podem parecer inócuas: mudança de estilo de algumas passagens na forma, mas não na substância, melhoramento da lógica do texto que se tornou arcaico. Mas grave, invés, são as harmonizações que acontecem quando existem muitos manuscritos que se diferenciam entre si em diferentes pontos: muitas vezes a tendência é construir um novo texto que englobe todas as variantes e, assim, ao material original se mistura muitos textos não autênticos, com o resultado que o texto fica mais corrompido. Sabe-se, por exemplo, que Origens mudou o texto grego da Bíblia dos LXX para harmonizá-lo com aquele hebraico que existia naquele tempo, pois entre os dois tipos de textos se notavam diferenças que começam a ter um certo peso.

Mudanças deliberadas foram introduzidas em muitos textos da antiguidade. No caso dos livros religiosos logicamente existe sempre o problema das modificações introduzidas por motivos doutrinais e teológicos ou mesmo para esconder certos problemas difíceis de resolver. Uma coisa é copiar e transmitir uma poesia ou uma tragédia de um autor clássico, que não abrange pontos chaves tais como a fé ou interpretações de fatos sobrenaturais. Nesses casos é normal encontrar erros normais de transmissão e poucas variações inseridas voluntariamente no texto. Não teria motivo para mudar um texto de uma poesia. Mas, no caso dos textos tidos como sagrados, é evidente que existiu a tentação de modificar uma passagem para sustentar o ponto de vista teológico de uma determinata escola de pensamento sobre problemas de grande influência moral e filosófica.

A tal propósito, é emblemático uma das passagens conclusivas do Apocalipse (22:18-19): A todo o que ouve as palavras da profecia deste livro, eu declaro: “Se alguém lhes fizer algum acréscimo, Deus lhe acrescentará as pragas descritas neste livro. E se alguém tirar algo das palavras do livro desta profecia, Deus lhe tirará também a sua parte da árvore da Vida e da Cidade santa, que estão descritas neste livro!”

Também na Seconda Carta de Pedro lemos (3:15-16): “É verdade que em suas cartas se encontram alguns pontos difíceis de entender, que os ignorantes e vacilantes torcem, como fazem com as demais Escrituras, para a própria perdição”.

Citando um exemplo, quem dispunha de um manoscrito sem o fim de Marcos que hoje conhecemos, vendo que os outros evangelhos descreviam as aparições de Jesus depois da ressurreição, podia ser levado a harmonizar o fim daquele livro inserindo um lembrete sobre essas diversas conclusões, modificando o texto de Marcos, inserindo uma conclusão que não pertencia ao evangelista.

Hoje não podemos estudar materialmente os textos originais da Bíblia. Graças à Qumran, alguns textos do Antigo Testamento que temos são bem antigos. Em relação ao Novo Testamento, do I e do II séculos, nada foi conservado. Existem somente pequenos fragmentos de papiro. O mais antigo, aceitado de forma unânime pelos expertos, é o papiro Rylands P52, que se encontra na John Rylands Library, em Manchester, que foi publicado em 1934. Esse papiro traz algumas palavra do diálogo entre Jesus e Pilatos antes da crucificação. A sua data se coloca entre o ano 125 e 175.

Há alguns problemas de crítica textual que precisam ser considerados na hora de interpretar a Bíblia. Mas temos a segurança de pesquisas importantes que nos indicam qual conclusão tomar diante dos problemas textuais que o longo período de transmissão da Palavra de Deus não pode evitar.

18197 visitas

50 comentários

Postar um comentário

  • RAFAEL MARCOS GARCIA (RIO DE JANEIRO) - 22/10/2014

    A Eucaristia naquele tempo ainda era conduzida ao redor de uma mesa, a exemplo da Mesa Eucarística dos primeiros Cristãos. Poderá estar aqui a igreja cristã mais antiga do mundo

  • RAFAEL MARCOS GARCIA (RIO DE JANEIRO) - 09/10/2014

    Este é o melhor site sobre o tema. Parabéns amigos Rafael marcos Garcia

  • Webert Fragas (Novo Gama) - 04/10/2014

    A Bíblia surte efeitos somente para quem crê! É um conjunto de informações que ao longo do tempo foram centralizadas e disposatas de acordo com a sua cronologia. Infelizmente, por conta da perseguição à igreja, muitos escritos se perderam e os que permaneceram chegaram até nós. É preciso entender que as construções gramaticais de hoje são muito diferentes às da época em que foram escritas e o maior desafio das tradutoras é uma tradução mais próxima do original e que seja de acordo com a nossa linguagem hoje. Acho e...

  • RAFAEL MARCOS GARCIA (RIO DE JANEIRO) - 01/10/2014

    Os aeroportos terão prazos para adaptar-se às novas normas de acordo com a média de passageiros que recebe por ano: até junho de 2013 para aeroportos com mais de sete milhões de passageiros por ano, até dezembro de 2013 para aeroportos com mais de dois milhões de passageiros por ano, até dezembro de 2014 para aeroportos com mais de 500 mil passageiros por ano e até dezembro de 2015 para aeroportos que movimentam menos de 500 mil passageiros por ano. Em conexões, os aeroportos também estão obrigados a atender as pes...

  • RAFAEL MARCOS GARCIA (RIO DE JANEIRO) - 16/09/2014

    A vocação profética da Igreja e a necessidade de haver rearticulação da pregação do Evangelho no cotidiano do mundo tem que ser restaurada nos dias de hoje.

  • Vandré Marques e Silva (Palmas) - 15/08/2014
  • Erivaldo (Salvador) - 30/07/2014

    Rzfaela, o que e ser Cristao? Esqueca isso, podemos ver o que de estranho aconteceu, comeca a verificar como e por quais pessoas ela foi formulada, foram os hiebreus? Nao foram os hebreus foi quem? Depois pergunta coisas simples para esses Cristao, assim: porque os Nomes dos Profetas foram mudados, mas nao esta Escrito que nao Deveria TIRAR OU ACRESCENTAR nada nas ESCRITURAS.

  • Rafaela (Curitiba) - 30/07/2014

    Ótimo texto!! É impossível, realmente, acreditar que os textos bíblicos, ao passar de tantos anos, não tenham sofrido alterações, adições, subtrações e erros de traduções. Muita coisa foi manipulada na bíblia, com certeza. Mas não temos como saber, de fato, a verdade. Ao contrário do que muitos aqui comentam, a Bíblia deve ser estudada com imparcialidade. A linguagem é figurada e deve ser interpretada e lida de maneira acadêmica. Não sou cristã, mas a Bíblia sempre me fascinou.

  • Erivaldo (Salvador) - 19/04/2014

    RICARDO,meu amigo a coisa esta mais seria doque eu pensava,

  • Ricardo (Rio de Janeiro) - 19/04/2014

    Como ja se sabe, a biblia foi escrita pelo catolicismo no seculo 4 da nossa era,e é um livro adulterado.veja uns exemplos: Lucas 1:26. No sexto mês Deus enviou o anjo Gabriel a Nazaré, cidade da Galileia. O correto é este: E passados seis meses, Yahu enviou o anjo Gabriel a Nazaré, cidade da Galileia. Lucas 2:4. Assim, José também foi da cidade de Nazaré da Galileia para a Judeia, para Belém, cidade de Davi, porque pertencia à casa e à linhagem de Davi. O correto é este: Assim, José também foi da ci...

  • FELIX JUNIOR (TRINDADE) - 18/04/2014

    AMADOS DE FATO É MUITO IMPORTANTE O ESTUDO APROFUNDADO DA BÍBLIA, MAS QUE ISTO NÃO NOS TORNE EM PAGÃOS SEM DIREÇÃO DO QUE É CERTO OU ERRADO, POIS MUITOS SE DESVIARAM DA VERDADE PARA BUSCAREM OUTRA VERDADE (mesmo sabendo que não existe outra verdade além da que ja foi revelada) OU SEJA PESSOAS TEM BUSCADO OUTRAS DOUTRINAS QUE ESTÃO FORA DOS PADRÕES DE DEUS SÓ PORQUE SE ACHAM SÁBIOS SUFICIENTES PARA DESVENDAREM . . . . . . . AS MÁS CONVERSAÇÕES CORROMPEM OS BONS COSTUMES 1 Co 15-33/34

  • Fabiano Jadel (londrina) - 18/04/2014

    Estamos falando de algo tão complexo, que é a crítica textual, e como levar a sério determinados comentários a qui postados a respeito de tão difícil assunto, se estes não sabem sequer escrever direito? Como podem julgar textos nos originais grego, hebraico e aramaico? Primeiro aprendam a estudar um assunto com seriedade e a escrever ao menos no vernáculo. A Bíblia é a inerrante Palavra de Deus, e somente aqueles que não dominam este assunto e querem blasfemar da verdade dizem o contrário. Parabéns pelo texto, mui...

  • Glenn Araujo (Ferraz de Vasconcelos) - 27/03/2014

    Mesmo com tais incongruências, se assim posso dizer, e mesmo com tantos manuscritos encontrados, nenhum outro livro que possui manuscritos (e dificilmente possuirão tantos como os livros da Bíblia) tem porcentagem maior de semelhança entre os manuscritos como a Bíblia (ex.: 98% entre os manuscritos de Isaías de Qunram e o Massorético), nem a poética de Aristóteles (uma das bases de nossa literatura) consegue tal semelhança com seus 5 manuscritos apenas. Tais diferenças não mudam a essência das Escrituras, apesar de...

  • Erivaldo (Salvador) - 26/03/2014

    PARABENS RO-- RO voce com muita sabedoria diz isso, pena que muitos ou quase todos aqui estejam seguindo a BIBLIA e NAO ESTAO SEGUINDO O MESSIAS. O PAI DIZ ASSIM; "" NAO MATARAS ? "" esses BOSTETICOS acreditam quem MOISES? ELIAS? DAVI? SALOMAO? e muitos outros dessa BIBLIA, que MATARAM cumpriram algum mandamento do CRIADOR? OU DE SATANAS?

  • Ro (Brasília) - 25/03/2014

    Bem Depois de todo o exposto concluí-se que a Bíblia está longe de ser a infalível, verdadeira e inspirada palavra de Deus. Mas mera palavra de homens que assim quiseram fazer a humanidade crer para seus fins políticos de dominação da humanidade , poder , luxo e riquezas.

  • Ro (Brasília) - 25/03/2014

    Bem Depois de todo o exposto concluí-se que a Bíblia está longe de ser a infalível, verdadeira e insininspirada palavra de Deus. Mas mera palavra de homens que assim quiseram fazer a humanidade crer para seus fins políticos de dominação da humanidade , poder , luxo e riquezas.

  • Erivaldo (Salvador) - 05/03/2014

    ANDRE GOUVEIA ( cotia ), quero te dar os PARABENS meu amigo, ABIBLIA NAO E A PALAVRA DE DEUS? CORRETO ANDRE, quando o YAOHOSHUA diz assim; " Quem CRER em MIM, como diz A ESCRITURA, rios de AGUA VIVA correrao do seu VENTRE " prestou atençao GOUVEI? de qual " ESCRITURAS " o YAOHUSHUA esta nfalando? ELE esta se referindo a MATEUS? LUCAS? ROMANOS? EFESIOS? Claro que nao; o YAOHUSHUA esta referindo as " ESCRITURAS DOS PROFETAS, SALMOS e da LEI " PORQUE? sao estas " ESCRITURAS " que testificam o MESSIAS. Aprendam isto ...

  • Carlos portela (Fortaleza) - 05/03/2014

    Credo!!! Só analfabeto escrevendo comentários aqui... Toda a Escritura é inspirada por Deus... A Biblia é o livro mais amado, mais vendido, mais traduzido em línguas e dialetos, mais pesquisado, o único que transforma a vida das pessoas, milhões já foram transformados em uma nova criatura pela palavra de Deus... Vão se converter bando de tolos!

  • joao (salvador ) - 13/08/2013

    bom acerca de um comentario que vi as pessoas enterpretam a biblia de maneira errada por ex; buscai primeiro o reino dos ceus e as demais coisas vos serão acrecentadas na verdade não e as demais coisas são essas coisas que Jusus estava tratando no texto.

  • joao (salvador ) - 13/08/2013

    Bom acritica textual e muito inportante porque hoje se tem pregado muitas coisas fora do coreto e assim levando muitas pessoas a se afastarem de Deus.

  • Andre gouveia (Cotia sp) - 13/06/2013

    Bom primeiramente quero dizer que o a biblia nao e palalavra de Deus. lemos no evangelho de joao que no capitulo 1 que o verbo se fez carne e abitou entre nos.o significado de verbo e palavra,entao cristo ou seja o messias e a palavra de Deus. eu entendo que se o messias nao vem nao tinhamos a palavra de DEUS. EM JOAO 15 ELE DISSE: que o esperito da verdade quiaria o homen em toda verdade e justiça. entao podem mudar os texto podem fazer oque quiser mas quando alguem ler oque o messias falou sobre o pai porq so e...

  • Alipio Fontoura (Santa Maria) - 28/05/2013

    O que importa na nossa vida é o que realmente acreditamos ou seja nossa fé inabalável na pessoa do nosso senhor e salvador Jesus Cristo buscai o reino de Deus e a sua justiça e o demais vos será acrescentado.

  • gilson cabral (boa vista) - 14/05/2013

    enfim se não existe do eterno para os homens os escritos verdadeiros o eterno falhou 1-não ha esperança para os enganados 2-o titulo que Ele não é confusão esta inadequado pois isso é confusão 3-se não ha historia é mito 4-o amor do eterno pelos humanos é mentira pois cade a verdade 5-se um grupo idolatra criou a biblia como acreditar, se eles não tem a verdade 6-o pior exemplo de ganancia esta nos dominadores das religiões (manipulação mental) 7-maior exemplo de fé dos humanos é; o mundo está pior muito pio...

  • kairo guedes (brasília) - 19/03/2013

    Como sempre foi.. O mais forte.. O mais esperto sempre vai achar uma forma de dominar o mais fraco... o ingênuo... isso é em todos os aspectos da vida...isso é natural... está presente em todos os seres... Acredito que a partir do momento em que um homem percebeu que é capaz de dominar o outro pelo temor do desconhecido desvirtuou-se a essência divina ... Para mim, a bíblia é um grande telefone sem fio... que deveria ser vista mais como um livro de história ou de auto-ajuda e não a verdade exclusiva e absoluta de t...

  • Ronaldo (DF) - 01/03/2013

    Glória a Deus! O importante, portanto, valioso para os que se interessam pelo amadurecimento a partir do caminho que leva à verdade e, por consequencia, à vida enterna, é que Deus Nosso Senhor cuidou para que todas as informações que perduram por séculos e séculos, fossem protegidas de tal maneria, que confundem os incrédulos e soberbos, mas se revelam com pureza aos humildes e intelectualmente honestos, bem como aos pobres de recursos que são inspirados pelo Divino Espírito Santo. Pois, na minha atual percepção, ...

  • DBonfim (Jaguarari) - 14/02/2013

    Para que não persista mal entendido: não quis diz que esse ou aquele grupo é “bando” de desinformados, mas que querem que sejamos assim, porque assim o controle é mais fácil. No mais, apenas discordamos de visões interpretativas, mas não somos, nem precisamos ser inimigos por causa disso. Noto seu grande interesse por discutir assuntos bíblicos (também gosto). Mas é claro que nossa vida religiosa e social precisa de outros diálogos e de manter relações que não se resumam aos debates apologéticos e doutrinários. Cas...

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    DBonfim, claro que concordo contigo, principalmente na seguinte questão; pela flta desse seu conhecimento textual, ocorre que: As pessoas quando interpretam um texto ao qual lhe benificia, isso faz com QUE, elas tomam para SÍ, auto inserindo-se no TEXTO. Quem escreveu, o que, pra que, pra quem, com quem está falando o texto, a analíse gramatical, o verbo, enfim não observam nada disso, más eu te pergunto: Nenhum desse pastores sabem disso? DBonfim voce conhece ELES os famosos televisivos, não conhecem de teologia? ...

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    DBonfim, não estou falado que somos a unica igreja verdadeira, não é isso seria absurdo dizer isso. O que estou tentando colocar aqui é que podemos sim, fazer parte da UNICA IGREJA VERDADEIRA. Nós não somos igrejas, somos MEMBROS dessa IGREJA, desse CORPO. A IGREJA já está em formação hà MAIS de 2.000 ANOS. Como pode alguem hoje auto definir de Pastor, Apostolo, Bispo, Até Bispa nós temos. É quando eu concordo com VOCE, DBonfim, voce está corretissímo quando diz que é preciso todo esses recursos, os quais voce é e...

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    DBonfim, onde congrego fazemos sim uma exegese completa de um texto e principalmente a gramatical. Por isso aqui no Brasil, eu não conheço outro lugar ao qual os pregadores cheguem a esse entendimento dos textos Biblicos. Se voce conheçe e estiver disponível poderá conheçê-lo. A interpretação feita por todos nós não é baseado no achismo, tem sim esses estudos todos a que voce se refere. Conheça a nossa congregação e verá se o que eu falo é verdade ou não. Através desses estudos; Só existe uma igreja verdadeira- Pas...

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    DBonfim, quando voce diz que somos bando por acreditar que a nossa Patria seja no céu. Voce está invalidando as palavras de Cristo em João 14;2,3 - Jesus nós diz que virá nos BUSCAR - como voce vé isso? É real ou não? Eu acredito. E voce? responda. sem essa de conjecturas filosóficas. Acredita que irmeos com CRISTO ao Céu? A igreja arrebatada? Somos peregrinos e forasteiros sim. Abrão pensava assim, os profetas acreditavam nisso, os apostolos acreditavam nisso, e Jesus diz isso. Pedro nos fala de uma TERRA abrasada...

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    DBonfim, ao contrário, não estou aqui expondo o procedimento de pregador da congregação a qual sou membro, Voce está correto quando se refere a conhecermos as ferramentas de estudos da biblia. Claro que é correto, fazemos isso, de forma a não invalidar o entendimento espiritual. Tudo dentro de uma lógica real de compreenção. Quanto mais é desse nosso entendimento; que cremos. A partir daí é que formamos o completo comhecimento. DBonfim, essa pratica de leitura é feita sim no local que estou. De forma compreensivél,...

  • DBonfim (Jaguarari) - 14/02/2013

    2. O que os estudos teológicos e exegéticos procuram fazer é evitar o achismo, por isso, partem de considerações mais de acordo ao ambiente do texto, para melhor compreendê-lo e tornar mais segura sua interpretação. Não há razão para usar a rotulação abusiva de que conhecimento não pactua com fé, porque até onde se sabe, inteligência (não estou dizendo que a tenho) é dom de Deus e não deve ser dispensada pela espiritualidade. Para ser cristão ninguém é obrigado a deixar de pensar (embora seja isso que muitas ...

  • DBonfim (Jaguarari) - 14/02/2013

    1. Sr. Erivaldo, o fato de eu ter formação teológica não me dá cadeira cativa no céu. Entretanto, tê-la, também não me tira direito algum. O senhor se espanta com alguns de meus comentários, como se eu fosse o primeiro a expressar esse tipo de interpretação, que é comum, no campo da interpretação bíblica. Sei que esse não é o método empregado pela sua congregação, o que também, em nada invalida esse procedimento, o qual facilita a compreensão textual e torna a fé mais consciente e madura também. Para muitos, compre...

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    Jer. 9;23,24 - DBonfim 1 Cor. 1;17 a 31 - DBonfim, toda essa sua sabedoria não vai te levar a lugar nenhum, alias, se voce não baixar essa sua bola mucha, não irá conhecer o poder de DEUS e nem os seus MISTÉRIOS, para voce sei que isso não tem importãncia, voce é inteligente demais pra compreender, alias, voce primeiro irá fazer uma análise textual, depois consultar os maiores criticos ( voce aprendeu deles isso, não foi de CRISTO, nem dos APOSTOLOS, foi de renomados senhores da literatura teologica, não foi com C...

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    DBonfim, pelo que entendi é; para se chegar a um conhecimento de interpretação biblica, nós temos que fazer toda essa avaliação em critica textual? Concluir em um curso de teologia? Aí então passamos a nos considerar conhecedores da palavra da Biblia? Se não fizermos isso e outros estudos, então não poderemos ter uma plena compreenção dos textos biblicos? Estou ferrado então, mal tenho o 2º G. Apenas 2 anos como CRISTÃO, e agora? Me ferrei? Voce realmente é um homem bastante sabio, estudou teologia, e muitas outras...

  • DBonfim (Jaguarari) - 14/02/2013

    Para ser cristão não é preciso entender de critica textual, mas para ler o texto mais próximo do original, Sr. Erivaldo, embora o senhor indique não saber, a crítica textual foi e é indispensável, porque é essa ciência que em meio aos milhares de textos nas línguas originais, faz o trabalho de avaliação e seleção (por comparação) e permite o trabalho de tradução com base em textos confiáveis. E a bem da verdade, no caso de Caim, não se trata de critica textual, trata-se de critica literária e de gênero (que são o...

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    Precisamos é ler a Biblia e debatermos pontos em questão.

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    Para obedecermos aos mendamentos de Cristo, o que é nescessário? Amar ao próximo é tão dificil assim?

  • Erivaldo (Salvador) - 14/02/2013

    Reinaldo, eu tambem creio dessa forma, más há um cidadão DBonfim, CRITICO TEXTUAL, está muito preocupado em saber quem MATOU CAIM? Imagine. Pra descobrir esse grande mistério bombastico, o cara provavelmente estudou alguns escritos de Origenes de Alexandria, ou são Jeronimo, talvez o Santo Agostinho, bem, o camarada deve ter estudado pra caramba essas coisas, eu pergunto. Pra sermos Cristão realmente é nescessario ter essa compreenção de critica TEXTUAL?

  • Reinaldo de Oliveira (Rio de Janeiro) - 13/02/2013

    Que a bíblia tem modificações voluntárias e involuntárias é fato; é lógico; é natural; é humano.... mas aqueles que a adotam, Deus fala no coração e então tudo fica claro... abraços.

  • Aline Alves (Belem PA) - 12/01/2013

    Bem, de uma coisa tenho certeza, Deus existe e esta em todas as coisas, inclusive em nos, a essencia da biblia homem algum pode tirar, pq ate os homens maus temem a Deus, pois sabem que ele é o Senhor de todas as coisas e aquele que a ele ou a seus preceitos dissimulam estaram sujeitos ao julgamento justo, pq Deus conhece o coração de todos os homens.

  • aurora lima (Rio de Janeiro) - 03/01/2013

    Gen. 2= 15-16 que o homem desobedeceu as ordens de Deus, e morreu espiritualmente, e tdos nós nascemos neste mundo mortos, precisando de vida, e a vida esta em Jesus Cristo. em João 3=3 diz que importa nascer de novo para ver o reino, 5- nascer da água e do espirito para entrar no reino de Deus. 16- Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu unico filho p/ tenha-mos a vida eterna. Jesus foi como cordeiro ao matadouro, por tda humanidade.Tds nós estavamos neq. homem (Adão).

  • Maicon (Caxias do sul) - 23/12/2012

    Não intendia como surgiu o mundo, até buscar e aprender mais sobre nosso criador Deus lendo a bíblia, foi modificada, mas tenho certeza que a essência da história permanece, \"Adorar a Deus sobre todas as coisas\" é o principal mandamento, o que interessa se algumas palavras foram modificadas ou interpretadas diferente?, o importante é cada um descobrir por só próprio com o coração e sua mente o seu rumo,seu propósito conversando com Deus, a sua vida vale muito se cumprir o mandamento, se

  • armando (rio de janeiro) - 22/12/2012

    Deus e espirito, e importa que os que o adoram o adorem em espirito e em verdade

  • Karina (São Paulo) - 28/11/2012

    Ótimo texto! Também não tenho dúvidas das alterações, mas deixar de ler para quem crê é muito pior. Acredito em Cristo por já ter tido uma experiência com ele, tê-lo sentido, mas não tenho religião, sigo minha própria intuição e mantenho o senso crítico. Atualmente estou no 5 livro da Biblia, depois dela pretendo ler o Alcorão e outros livros religiosos tradicionais, procurar concilia-los. O pior, é que pessoas como eu, que não se adaptam a nenhuma religião se sente como cego em tiroteio, todos me atacam ...

  • Milene Cristina Amaral (Itararé) - 17/09/2012

    Leio e estudo a b´blia desde que aprendi a ler, por isso não tenho religião, porque nenhuma delas segue a bíblia que afirmam conhecer. Também pelo fato de que eu tenha certeza de que ela foi drásticamente modificada ao longo das eras, para ocultar sua verdadeira mensagem. Sou gnóstica e estou sempre buscando a verdade e posso afirmar com base em meus estudos que a biblia hoje conhecida está muito longe do verdadeiro propósito de Deus e da vinda de Seu filho Jesus, o Cristo á Terra.

  • miree (sj pinhais) - 08/09/2012

    devemos buscar a verdadeira palavra de deus e como foi escrita .traduzir para as diferentes linguas ,sem mudanças do original.

  • rita (piracicaba) - 25/06/2012

    sabemos que houve várias interpretações do texto bíblico. original, só Deus sabe. tenho receio de se provar através de alguém muito estudioso, ou pela ciência que satanás não existe. aí sim que a biblia e as igrejas perdem o sentido, porque vivemos na religiosidade com pavor, medo e punição

  • José Luis P. C. Rocha (Sorocaba) - 19/12/2011

    Estou com um projeto de trazer ao usuario via internet acesso a toda as as bíblias, suas diferentes versões e traduções, e também os textos antigos digitalizados e também, para conferencia dos mesmos, imagens (fotos, videos) dos pergaminhos mais antigos que houver, bem como, neste nível, das teorias sobre eles, e suas datações, bem como o endereço da sua localização oficial, para que as pessoas possam, se quiserem, ir conferir. Gostaria, portanto, de pedir que me ajudassem com o máximo de fontes possíveis. Onde ...

  • sonia (poa) - 21/05/2011

    gostei muito do texto,foi bem esclarecedor pra mim.a ideia geral da biblia nunca poderá ser mudada,ela é:\"Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu filho unigenito para que todo aquele que nele cre nao pereça mas tenha a vida eterna\"