Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que em algumas bíblias, em Juízes 5 não tem o versículo 32?



  • Pergunta de Abel Sousa, São Bernardo dos Campos
  • 914
  • 18/06/2017
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Divisão da Bíblia | Juízes |


Quanto existe um problema desse tipo, confrontando duas versões da Bíblia, podemos estar diante de duas hipóteses: uma questão de crítica textual ou uma fonte diferente para a tradução.

 

Questão de crítica textual

Nós não temos os textos originais da Bíblia, entendendo por "original" aquele que foi escrito pelo autor sagrado. Há manuscritos antigos, alguns incluse do tempo de Cristo, como são os Manuscritos do Mar Morto, referentes ao Antigo Testamento. Os Manuscritos mais antigos do Novo Testamento são de ao menos de 50 anos depois do escrito original. Temos milhares de manuscritos. Alguns trazem um livro inteiro outros apenas algumas frases. Em alguns casos, muitos poucos, na verdade, existem discordância entre um manuscrito e outro, que trazem o mesmo texto bíblico. Nos casos onde existe discordância, há um grupo de estudiosos que se dedica a decifrar, graças a uma série de regras científicas, qual é o provável texto original. Essa ciência se chama crítica textual.

Hoje em dia existem versões críticas da Bíblia que trazem todas as variantes dos textos. Quem traduz a Bíblia escolhe qual manuscrito usar. Os tradutores podem obedecer a opinião dos críticos ou seguir a sua própria. Essa escolha pode provocar diferenças nas traduções.

Um caso muito típico é a conclusão da oração do Pai Nosso em Mateus 6. Se tomo uma bíblia protestante, encontro no versículo 13:

E não nos conduzas à tentação; mas livra-nos do mal; porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre. Amém.

Uma católica, invés, terá o seguinte texto:

E não nos deixes cair em tentação, mas livra-nos do mal.

Há manuscritos que trazem tanto um quanto o outro texto. Sem entrar no mérito da questão, o texto de uma ou da outra bíblia depende da escolha do tradutor.

 

Questão dos versículos

Outra hipótese em caso de divergências entre as bíblia pode ser causada da numeração dos versículos. Essa é uma questão menos doutrinária, mas muito sentida, pois tem a ver com o nosso dia a dia. Não é doutrinária por que sabemos bem que os capítulos e versículos não são originários da Bíblia, mas apareceram só bem mais tarde, ao menos mil anos depois que o texto sagrado foi escrito. Foi uma "invenção" medioval que facilita muito a nossa vida, pois graças a essa divisão, ficou muito fácil de fazer uma citação da bíblia. Mas como há diferentes divisões históricas, as traduções podem ter conservado alguma que não seja conforme outras divisões

 

Juízes 5,32

A minha Bíblia usual é a Bíblia de Jerusalém. De fato, nessa versão o capítulo 5 termina com o versículo 31:

Assim perecem todos os seus adversários, Iahweh! Aquels que te amam sejam como o sol quando se levanta na sua força! E a terra descansou quarenta anos.

Outras bíblias protestantes também terminam com o versículo 31 (Almeida Atualizada, NTLH). Mas a Almeira Revista e Corrigida tem a seguinte numeração:

31 Assim, ó SENHOR, pereçam todos os teus inimigos! Porém os que o amam sejam como o sol quando sai na sua força.
32 E sossegou a terra quarenta anos.

Observando o texto, você pode ver que não muda nada, que é idêntico à Bíblia de Jerusalém.

No fundo, não sei dizer por que dessa diferença de numeração nesse local específico. Mas além da eventual confusão que pode causar a comparação entre duas versões, não há nenhum outro problema. Por isso, não darei tanta importância a essa diferença. De qualquer maneira, é uma oportunidade para esclarecer alguns princípios sobre as traduções bíblicas.

914 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook