Uma janela sobre o mundo bíblico

Quem são as virgens na parábola das dez virgens? O noivo e a noiva? Por quê?



  • Pergunta de Ani, João Pessoa / PB
  • 126701
  • 15/05/2012
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Parábolas | Mateus


Olá Ani de João Pessoa / PB!

A Parábola das dez Virgens, é uma das mais conhecidas parábolas de Jesus. Já ouvimos inumeradas vezes, quase temos gravadas em nossa memória. Esta parábola de Jesus aparece apenas em um dos quatro evangelhos. O Evangelho de Mateus, 25,1-13, apresenta a narrativa da Parábola. A temática da parábola é claramente escatológica: estar preparado para o Juízo Final.

Esta parábola foi uma das mais populares durante o período Idade Média, exerceu enorme influência sobre a arte gótica na construção das Catedrais europeias, esculturas das imagens das dez virgens encontramos nos portais das catedrais alemãs e francesas de uma beleza vislumbrante. Catedrais como de Freiburg im Breisgau,

Catedral de Amiens (Notre-Dame d'Amiens),

Catedral de Basel, ca. 1280,

Catedral de Bern,

Catedral de Notre-Dame de Paris,

Strasbourg, Saint-Pierre-le-Jeune, igreja evangélica etc...

 

Uma festa de casamento na Palestina

A narrativa da Parábola acontece em uma festa de casamento, com todos os personagens que envolvem. É costume da região estas festas durarem dias, e o acontecimento principal era o encontro do noivo com a noiva. Para este encontro esperado as amigas da noiva (virgens) permaneciam com a noiva na espera ritual da chegada da comitiva do noivo formada por ele e seus amigos. Após o encontro, a festa tinha o início selando a união matrimonial.

Quem é o noivo da Parábola:

O noivo é claramente Jesus que chega para unir-se a sua noiva, a comunidade cristã (todas as comunidades)

Quem é a noiva:

A noiva é a comunidade cristã.

Quem são as dez virgens.

As dez virgens são as almas cristã, os batizados, os crentes, que estão desposados com Cristo, o esposo único conforme 2 Cor 11,2:

“Experimento por vós um zelo semelhante ao de Deus. Desposei-vos a um esposo único, a Cristo, a quem devo apresentar-vos como virgem pura”. (2 Cor 11,2)

 Note Bem: aqui Paulo representa o amigo do esposo que apresenta a sua noiva. Esta imagem vem do Antigo Testamento onde o amor de Iahweh por seu povo preferido, vem simbolizado pelo amor do esposo e da esposa (conf. Jr 2,1-7; Ez 16,23. No Novo Testamento novamente reaparecem comparações com as mesmas imagens (conf. Mt 22,2; 25,1; Jo 3,28-29)

Esta metáfora que encontramos no Novo Testamento na Parábola das dez virgens vem exprimir a relação de amor e fidelidade entre Deus e o seu povo, que o Antigo Testamento constroi e reaparece no Novo Testamento entre Cristo o filho de Deus com o novo Povo de Deus, os batizados. Esta Parábola é considerada uma das mais conhecidas e eficazes de toda a tradição encontrada nos escritos sagrados da Bíblia.

Ani! A dificuldade de chegar a compreensão dos elementos desta Parábola, o noivo, noiva, e as 10 virgens, é compreensível. De fato não entendemos na primeira leitura. Confundimo-nos quando queremos interpretar o sentido da noiva e as 10 virgens. Melhor e entender assim: a noiva sendo a (s) comunidades e as 10 virgens como sendo os membros batizados desta comunidade caminhando para um final ou acerto de contas, (esta parábola tem sentido escatológico).

126701 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook