Quem deu a noticia da existncia de um texto do Antigo Testamento vindo dos assim chamados Rtulos do Mar Morto e at agora desconhecido James Charlesworth, professor de estudos do Novo Testamento no Seminrio Teolgico de Princeton. O pequeno fragmento do manuscrito foi recentemente comprado pela Azusa Pacific University. Trata-se de uma passagem de Deuteronomio 27. No fragmento analisado por Charlesworth, Moiss prescreve que iria entrar na Terra Prometida (um privilgio que ele no vai ser concedida) para erguer um altar de pedra, em honra do Deus nico. E, falando sobre a inspirao direta de Deus, ordenou que o altar fosse contruido sobre o monte Garizim. Exatamente este o detalhe que sugere a originalidade deste texto de Qumran: em todas as verses oficiais, escritas mais tarde, o lugar indicado para a contruao deste altar outro, ou seja, o monte Ebal.

Este elemento basta ao professor Charlesworth para que diga, considerando a autoridade dos manuscritos do Mar Morto, que essas palavras, encontradas neste manoscrito estudado por ele, sao as verdadeiras palavras pronunciadas por Moises.

A versao canonica, que temos em nossas biblias, deve ser fruto de um acordo entre grupos religiosos que se confrontavam na poca em que o texto foi definido.

O fragmento do manuscrito foi mostrado, atravs de fotografia, pelos responsaveis da universidade de California que comprou o manuscrito, junto com outros 4, de um comerciante de antiguidades. Tambm os outros manuscritos tem textos do Deuteronomio, exceto um que traz uma passagem de Daniel.