Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que Jesus transformou água em vinho se a bíblia não recomenda o consumo do álcool?



  • Pergunta de Maria Helena, Maputo
  • 2779
  • 05/11/2017
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Vinho | Bebida Alcóolica


O milagre que aconteceu nas Bodas de Caná (João 2,1-11) é muito importante na teologia de João; é um episódio contado só por ele! Tudo o que João quer ensinar não tem nenhuma relação com o álcool, mas pretende mostrar a potência de Cristo, revelar quem ele é. Ele apresenta essa potência através dos "sinais" que Jesus realiza, sendo esse o primeiro; o último é a sua própria morte, que permite a todos de entender quem é o filho do homem (veja João 8,28).

Para entender bem essa passagem, notemos que tudo se realiza "no terceiro dia". No Sinai, foi no terceiro dia que Moisés recebeu a lei. Portanto, aqui também deveriamos ler uma referência com a Lei dada ao povo, o pacto estabelecido sobre o Sinai. Jesus estabelece uma nova aliança. Nesse texto essa aliança aparece como uma nova aliança de amor, onde Jesus se manifesta como o esposo, revelando a profunda relação que nos une a ele.

 

O vinho

Sobre esse tema, convido a ler essa importante resposta já inserida no site. Além disso, notamos que a Bíblia não classifica a bebida alcóolica como pecado em si, mas alerta para o problema que ela pode causar (veja Provérbios 20,1). O vinho fazia parte da vida do povo na época de Cristo e ele também o consumava. Todavia, muitas vezes a bebida é motivo de muita desgraça e coisas negativas nas vidas da pessoas; provoca mais mal do que bem. O seu uso não deve ser de maneira nenhuma incentivado. Ao mesmo tempo, não podemos usar a Bíblia para condenar quem consegue ser sóbrio e de vez enquanto tomar um copo de bebida alcoólica.

2779 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook