Nos ˙ltimos tempos as escavaš§es na Cidade de Davi tŕm revelado in˙meras riquezas arqueolˇgicas que nos transportam ao tempo da BÝblia. A ˙ltima delas foi a descoberta de um t˙nel que poderia ser do tempo do rei Davi, eventualmente mencionado em 2Samuel 5,8, quando Davi conquistou a cidade usufruindo da presenša de um canal. Esse canal provavelmente era um aqueduto.

O t˙nel foi descoberno no inÝcio do ano. A abertura Ú bastante grande e permite a passagem de uma pessoa, contudo sˇ os primeiros 50 metros sŃo acessÝveis. O resto Ú coberto por detritos e outros materiais que precisam ser removidos. As paredes do canal sŃo feitos de pedras, Ós vezes naturais e Ós vezes trazidas de outros locais.

O aqueduto se encontra embaixo de uma estrutura feita de pedra que foi identificada pela arqueˇloga Eilat Mazar como o Palßcio de Davi (2Samuel 5,11). O t˙nel, que jß existia, teria sido usado tambÚm durante o perÝodo da existŕncia desse palßcio. Mais tarde o t˙nel pode ter sido usado como passagem de emergŕncia e talvez foi usado pelo rei Sedecias, quando JerusalÚm estava assediada pelos babiloneses (2Reis 25,4). Na ßrea foram encontradas tambÚm lÔmpadas de ˇleo datadas do fim do Primeiro Tempo (600 antes de Cristo), que serviriam para provar tal tese.

A cidade de Davi Ŕ uma pequena colina onde Davi contruiu a sua capital, hß 3 mil anos atrßs. Enquanto no subsolo revela preciosos tesouros arqueolˇgicos, na superfÝcie esta se tornando um centro muito ativo, com espašos para os visitantes, uma exposišŃo tridimensional e visitas guiadas Ós escavaš§es que incluem o pošo de Warren e tambÚm o t˙nel de Ezequias e a piscina de SiloÚ.