Uma janela sobre o mundo bíblico

Gostaria de saber qual o motivo de ser citados dois sacerdotes com nomes diferentes quando comparamos o texto do Novo Testamento (Marcos), com o citado no Antigo Testamento em 1Samuel 2, quando Jesus é questionado sobre o Sábado? Marcos 2,25-26.



  • Pergunta de José Silveira, Franca - SP
  • 1124
  • 18/01/2017
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Jesus |


Olá José Silveira de Franca - SP!

Repito a pergunta em forma completa para maior compreensão. Assim a pergunta se apresenta:

Gostaria de saber qual o motivo de ser citados dois sacerdotes com nomes diferentes quando comparamos o texto do Novo Testamento (Marcos), com o citado no Antigo Testamento em 1Samuel 2, quando Jesus é questionado sobre o Sábado? Marcos 2,25-26. Mas ele lhes respondeu: Nunca lestes o que fez Davi, quando se viu em necessidade e teve fome, ele e os seus companheiros? Como entrou na Casa de Deus, no tempo do sumo sacerdote Abiatar, e comeu os pães da proposição, os quais não são lícitos comer, senão aos sacerdotes, e deu também aos que estavam com ele? 1Samuel 21,1 Então veio Davi a Nobe, ao sacerdote Aimeleque, o qual saiu, tremendo, ao seu encontro, e lhe perguntou: Por que vens só, e ninguém contigo? Respondeu Davi ao sacerdote Aimeleque: O rei me encomendou um negócio, e me disse: Ninguém saiba deste negócio pelo qual eu te enviei, e o qual te ordenei. Quanto aos mancebos, apontei-lhes tal e tal lugar. Outra dúvida? Lucas 24,46. E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos. Onde está escrito isto no Antigo Testamento? Gostaria de saber quem foi o profeta que teve esta vidência? Por favor, quem puder me ajudar com a resposta eu agradeço! A Paz do Senhor!

Respondendo:

A sua pergunta se endereça mais para as curiosidades bíblicas ou erros que aparecem em citações de textos bíblicos. Mesmo assim a pergunta vai além da simples abordagem da mensagem de Jesus contida no texto escrito. Coloco para a resposta elementos colhidos na leitura de diversos comentários do evangelho de Mateus para este texto que lhe preocupa em Mateus 2,23-28.

Para compreensão salientamos que os outros dois evangelhos sinóticos Mateus 12,1-8 e Lucas 6,1-5 trazem o mesmo episódio, da colheita das espigas.

Considero que devas olhar o conjunto do fato em que Jesus responde as críticas dos fariseus porque seus discípulos colhem espigas de trigo em dia de sábado. Fato considerado como infração a lei divina, trabalhar no sábado.

Olhando o comentário do Evangelho de Mateus escrito por Severiano del Paramo, em BAC, pág.359 assim está

“Existe aqui um erro. Não foi nos dias de Abiatar, senão do Pai de Abiatar, Abimélec (conforme 1 Sam 21,1; 22,20) Mateus que contam o mesmo episódio escrito os evangelhos em data posterior, corrigiram o erro. Marcos não deu importância a circunstância, e atende somente a essência do exemplo” (tradução do espanhol, pág. 359)

Considero a explicação como suficiente para a compreensão, pois Marcos que escreveu o primeiro evangelho, e para a comunidade de Roma, deu pouca importância ou relevância ao texto do Antigo Testamento. A comunidade deveria entender a mensagem de Jesus e não o acontecido no Antigo Testamento na época de Davi. Jesus queria colocar no devido lugar a compreensão monolítica do dia do sábado. Ele quer que seus seguidores vejam de outra forma. A observância do dia do sábado salva as pessoas e não as condena.

Mateus e Lucas quando escrevem seus evangelhos já possuíam em mãos o texto de Marcos e omitiram o erro. Deram a explicação sem os nomes. Este fato devemos considerar para entender a mensagem de Jesus.

Outros comentários de Mt 2,26.

“O sumo sacerdote de 1 Sm 21,2-7 era, de fato Abimelec. Ou o seu filho Abiatar é aqui citado porque foi mais notável como Sumo sacerdote o tempo de Davi (2Sm 20,25) ou então em Marcos segue uma tradição divergente que fazia de Abiatar o Pai de Abimelec (2Sm 8,17)

(Explicação de roda pé de página da Bíblia de Jerusalém, pág1325, edição de 1981)

O comentarista de Mateus de tendência mais popular assim entende:

“Que Jesus responde aos fariseus recorrendo uma passagem do Antigo Testamento (1Sm 21,2-7) Para Jesus nenhuma lei, por mais sagrada que seja, é chave absoluta de conduta. Toda e qualquer lei deve estar a serviço do homem e não vice e versa” Balancin pág.53.

Uma segunda pergunta, vou responde-la resumidamente para que a resposta não seja tão pesada e as pessoas não leiam:

Assim inicialmente se pode dizer que não encontramos de forma clara e concisa nenhuma passagem do Antigo Testamento que fale da ressurreição de Jesus no terceiro dia. Mas nem por isto o Antigo Testamento deixa de falar ou anunciar da chegada do filho de Deus. Indico algumas passagens bíblicas.

Passagens que anunciam o sofrimento de Jesus e que o Messias deveria sofrer por nós encontramos claramente em Isaías 53,1-9, ou que deveria ressuscitar no Salmo 16,10, que afirma :

"Pois não abandonarás minha vida no Sheol, nem deixarás deixarás que teu fiel veja a cova". (Salmos 16,10) Bíblia de Jerusalém.

Outra passagem utilizada de referência à ressurreição no terceiro dia é Oséias 6,1-2:

“1Vinde retornemos a Iahweh. Porque ele despedaçou, e nos curará’ ele feriu, ele nos ligará a ferida. 2Depois de dois dias nos fará reviver, no terceiro dia nos restabelecerá (ressuscitará), e nos viveremos em sua presença” (Os 6,1-2) Bíblia de Jerusalém. 

1124 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook