Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que na cura do cego de Betsaida foi necessário que Jesus usasse a saliva e a imposição das mãos nos olhos do doente?



  • Pergunta de Leila Marques, Brasília, DF
  • 20160
  • 15/09/2015
Luiz da Rosa

A cura do cego de Betsaida é contado somente em Marcos 8,22-26. Betsaida, uma cidadezinha às margens do Lago da Galiléia, terra natal de Pedro, André e Felipe, é o lugar onde acontece o milagre. É um fato histórico que traz pra nós uma mensagem de grande valor. O centro dessa mensagem é que Jesus nos cura de nossa cegueira. Isso acontece imediatamente depois da multiplicação dos pães, quando os discípulos mostraram não ter tanta fé na capacidade de Jesus de alimentar a população. Jesus abre os olhos e faz com que consigamos ver a sua ação, faz com que tenhamos fé e vejamos claramente. Poucos versículos antes Jesus havia dito:

Tendes olhos e não vedes, ouvidos e não ouvis? (Mateus 8,18)

A primeira ação que Jesus faz é tomar o cego pela mão e levá-lo para fora do povoado. Lembramos que Betsaida é uma das cidades ameaçadas por Jesus: aí de ti, Betsaida... É um ambiente hostil, que não acolhe a Jesus. Jesus tira o seu seguidor do ambiente hostil, leva-o para fora...

Depois Jesus cuspe nos olhos do cego. A saliva era o viático comum que fazia com que as pessoas sarassem. Jesus, usando a saliva, mostra que quer que o cego seja curado. Deus quer que sejamos curados da nossa cegueira espiritual. Jesus repete o mesmo gesto em João 9,6, com outro cego.

A imposição das mãos é um gestão típico da bênçao, que revela expressão de proteção, de graça.

É interessante notar que o milagre de Jesus não é instantâneo, mas acontece em duas etapas. Depois dos primeiros gestos, o cego diz a Jesus que vê as pessoas como árvores andando. Só depois de Jesus colocar de novo as mãos sobre os seus olhos, o cego pode ver bem, inclusive de longe.

Isso mostra como o discípulo de Cristo conhece a Jesus aos poucos. A sua fé cresce; abre os olhos aos poucos. O seguimento de Cristo acontece no meio de dúvidas, questões e aos poucos.

É interessante confrontar esse milagre com a cura do surdo-mudo, contado um pouco antes por Marcos, em 7,31;37. Naquele caso Jesus estava em Tiro, uma cidade pagã. Lá o surdo mudo, pagão, logo acreditou em Cristo. Em Betsaida, uma cidade onde provavelmente habitavam os judeus e se supõe ser mais fácil acolher a mensagem divina, invés houve dificuldade em acreditar em Jesus.

20160 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook