Uma janela sobre o mundo bíblico

Quantas pessoas saíram do Egito para Terra Prometida?



  • Pergunta de Camila, Ivaté - PR
  • 79935
  • 16/11/2013
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Êxodo |


Olá Camila de Ivaté / PR!

Vamos responder a pergunta utilizando duas fontes de pesquisa. A Bíblia Sagrada o que ela nos diz.

E em segundo lugar o que os estudiosos nos dizem a respeito do números de pessoas.

O que a Bíblia nos revela, quanto ao número de israelitas que saíram do Egito.

A partida de Israel, narrada na Bíblia de Jerusalém em Êxodo 13,37:

“Os filhos de Israel partiram de Ramsés em direção a Sucot, cerca de seiscentos mil homens a pé – somente homens, sem contar suas famílias (mulheres e crianças)” (Êxodo 12,37) Bíblia de Jerusalém.

Alguns querem afirmaram que chegariam a um número entre 2 milhões a 3 milhões de Israelitas.

O livro dos Números fala de um recenseamento de Israel, que confere com os números apresentados no livro dos Êxodo. Vejamos Nm 1,46; Nm 26,51:

“O total de recenseados foi de seiscentos e três mil e quinhentos e cinquenta.” (Nm 1,46) Bíblia de Jerusalém.

E também no livro dos números 26,51:

“Os filhos de Israel eram, portanto, seiscentos e um mil, setecentos e trinta recenseados.” (Nm 26,51) Bíblia de Jerusalém.

Alguns autores comentam esta passagem que se refere ao número de israelitas que saíram do Egito e ponderam:

Não se pode atestar que todos os antepassados de Israel tenham participado do Êxodo. O fato bíblico é narrado no livro do Êxodo e no livro dos Números que Israel estava com um contingente de seiscentos mil homens em idade militar, o que significa uma quantia de dois a três milhões ao todo, contando as mulheres e as crianças. Parece-nos que este número está exagerado se referindo ao período do Êxodo. É difícil imaginar que 70 homens se tivessem multiplicado desta forma. Se estivessem em fila ultrapassariam a distância entre o Sinai e o Egito ida e volta. Com tal número de pessoas não haveria necessidade de temer os Egípcios. Portanto chegasse a uma conclusão que os números nunca se devam ser interpretados em forma literal. Poderíamos continuar com as especulações, mas o que foi comentado é suficiente para podermos ter uma ideia do número de israelitas que saíram do Egito. (conf. Bright, 170)

Fonte:

BRIGHT, J., História de Israel, Nova Coleção Bíblica, n°7, 2 edição, Paulinas, São Paulo 1981, pág.170-174.

79935 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook