No capitulo três de Malaquias, fala da vinda do Senhor, e pergunta quem subsistirá quando ele aparecer. Porque ele será como fogo do ourives e como o sabão dos lavandeiros, (verso 2).

“E chegar-me-ei a vós para juízo, e sereis uma testemunha veloz contra os feiticeiros e contra os adúlteros, e contra os que juram falsamente, e contra os que defraudam o trabalhador, e pervertem o direito da viúva, e do órfão, e do estrangeiro, e não me temem, diz o Senhor dos Exércitos” (5).

“Porque eu o Senhor, não mudo: por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos” (6).

“Vós dizeis: Inútil é servir a Deus. Que nos aproveitou termos cuidado em guardar os seus preceitos, e em andar de luto diante do Senhor dos Exércitos?” (14)

“Então aqueles que temem ao Senhor falam cada um com o seu companheiro; e o Senhor atenta e ouve; e há um memorial escrito diante dele, para os que temem ao Senhor, e para os que se lembram do seu nome” (16)

“Eles serão meus, diz o Senhor dos Exércitos, naquele dia que farei, serão para mim particular tesouro; poupá-los-ei, como um homem poupa a seu filho que o serve’ (17).

“Então vereis a diferença, entre o que serve a Deus e o que não serve”.
Leia também o capitulo quatro, e observe bem o que diz os versos de 1 ao 6.