Em Gênesis Deus amaldiçoa a serpente dizendo "sobre seu ventre andará". Quer dizer que ela tinha pernas?

Pergunta de Ualas Porto, Porto Seguro
Resposta de Odalberto Domingos Casonatto, em 30/06/2010


Leia mais sobre Criação Gênesis

Olha não podemos querer responder a sua pergunta ao pé da letra. As narrativas do livro do Genesis mostram o pecado como negação ao Projeto de Deus, da promessa e da lei. A maneira de interpretar este livro passa pela utilização de imagens, símbolos e elementos míticos da cultura, tradição antiga do povo de Deus, e de outros povos que viviam no seu redor. A sua pergunta com respeito a serpente se ela tinha pernas antes da maldição, deve ser entendida da mesma forma. De imediato não podemos dizer que antes da maldição a serpente teria patas e se locomovesse caminhando, e depois da condenação de Deus ela teve que rastejar. Esta interpretação seria muito banal e não completaria a visão que o livro do Genesis quer nos dar das origens do Universo e da Criação.

Assim o capítulo 3 no livro do Gênesis narra o primeiro pecado do homem. Ele conta a tentação da serpente, conta o erro de Eva, conta o erro de Adão e narra o momento em que Deus conversa com ambos. Neste momento podemos perceber o pensamento divino e sua estratégia:

“Porque fizeste isso, serás maldita entre todos os animais e feras dos campos; andarás de rastos sobre o teu ventre e comerás o pó todos os dias de tua vida. Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça, e tu ferirás o calcanhar.” (Gn 3,14-15)

Não podemos querer interpretar este texto imaginando que sem o pecado, a mulher daria a luz sem nenhuma dor, ou que o homem trabalharia sem sofrimento e sem suor. Se interpretássemos assim forçaríamos a interpretação do v.14, objeto desta pergunta (então as serpentes teriam pernas para se locomover) concluindo antes do pecado as serpentes teriam patas.

O grande castigo que aparece neste texto será a perda da familiaridade com Deus “E Iahweh Deus o expulsou do jardim do Éden para cultivar o solo de onde fora tirado” (Gn 3,23). São as chamadas penas hereditárias. Em que Paulo na carta aos Romanos 5 traça um paralelo entre a solidariedade de todos em Cristo e a solidariedade de todos em Adão pecador. Neste momento é anunciada a salvação. Esta narrativa recebe o nome de proto-evangelho (do grego proto significa primeiro evangelho). O versículo 15 do Genesis contém a primeira promessa de Cristo e da redenção através dele. Sem dúvidas podemos compreender o restante da Bíblia como uma progressiva exposição deste versículo.

Complementando a interpretação do versículo 14:

Serpente = Diabo ou satanás. A ela, cabe como toda serpente, arrastar-se pelo chão e sorrateiramente, ferir o calcanhar da mulher. A serpente será inimiga da mulher por toda vida. Não podemos deixar de salientar que esta narrativa do pecado original é de interpretação muito difícil. Só o símbolo da serpente na história da interpretação deste texto teve mais de 200 interpretações diferentes. Isto nos mostra que nenhuma delas é a definitiva, ou que contém toda a explicação. Portanto toda a interpretação que utilizarmos para entender o texto é apenas um auxílio para que a palavra de Deus possa transformar a vida da pessoa que lêem o texto.

Mulher = A mulher será inimiga da serpente. E ela (sua descendência) esmagará a cabeça da serpente.

Descendência da serpente = Os demônios que junto com Lúcifer foram banidos dos céus.

Descendência da Mulher = Aqui está à grande novidade. A descendência da mulher será o Messias, o Salvador. Será essa descendência que realmente vai proclamar a vitória de Deus sobre satanás. Essa descendência é Jesus Cristo.

O profeta Isaías antecipa a chegada do Messias com seu anuncio profético: “Por isso, o próprio Senhor vos dará um sinal: uma virgem conceberá e dará à luz um filho, e o chamará Deus Conosco” (Is 7,14)

Espero que a compreensão do texto não permaneça na interpretação ao pé da letra da questão que envolve a serpente. Valorizando as indagações que surgem das dúvidas da imagem da serpente: se tinha patas ou não. Mas que consigas ver a beleza do conjunto narrativo que este capítulo 3 apresenta no relato do pecado original. Em toda a Bíblia encontramos a personificação da serpente como símbolo do mal e da maldade da humanidade, mas no livro do Genesis desponta quem poderá nos ajudar a vencer o mal. A mulher vencerá a serpente e nos trará o salvador Jesus Cristo. Ele vencerá o pecado e o mal, que prejudicam o desenvolvimento do plano divino.

8899 visitas

41 comentários

Postar um comentário

  • JL (RIMINI, IT) - 15/10/2014

    Não existe noção mais estúpida e falsa que a do pecado original, pois ela afirma categoricamente e inquestionávlemente o fracasso e a incompetência de Deus na criação. E - para piorar - Deus assume sua incompetência em vários versículos, sendo os mais clássicos Gênesis 6:6-7, onde Deus se arrepende de sua própria criação porque - obviamente - não sabia o que estava fazendo e nem o resultado de suas ações. NÃO EXISTE ARGUMENTAÇÃO POSSÍVEL PARA O DILEMA: SE O PECADO EXISTE, DEUS FRACASSOU NA CRIAÇÃO, POIS UM SER PER...

  • Silas (Rio) - 25/09/2013

    É claro DBonfim, que muitos cristãos leem a bíblia feito crianças incapazes de aceitar que a verdade que um texto religioso conta, na maioria dos casos, deve ser buscada no significado da imagens descritas não nas imagens mesmo. É um mecanismo de proteção: vai que resolvem entender o Cristo da mesma forma, corretíssima aliás, com que você entende o Adão! Adão e Cristo fazem parte da mesma narrativa... Cobras não falam, tanto quanto homens não ressuscitam. Ou, como preferem as crianças incapazes de aceitar certas v...

  • Souza (Rio) - 25/09/2013

    Mas é a velha máxima, Andrea: a história é escrita pelos vencedores. Nunca deixariam a cobra falar! Imagine ela contando uma versão completamente diferente... Talvez, no julgamento final, se justo for, se dê oportunidade para os perdedores expressarem suas versões. Confesso que ficaria muito interessado em ouvir a versão da cobra.

  • DBonfim (Jaguarari) - 24/09/2013

    2. A serpente, por ser símbolo de religião pagã vizinha, e Gn ser um livro de orientação da religião israelita, é a escolhida pelo autor para expressar simbolicamente o perigo da união dos filhos de Deus (representados por Adão) com mulheres que mantêm contato com a serpente (da religião pagã), pois eram as mulheres que poderiam induzir os “filhos de Deus” a se prostituírem com o culto pagão. Não por acaso é Eva quem induz Adão a pecar e há inúmeros textos no AT que visam proibir união dos “filh...

  • DBonfim (Jaguarari) - 24/09/2013

    1. A serpente em Gn fala, primeiro porque o texto é uma construção literária. Depois, porque o que nele interessa é o conteúdo da mensagem, não a embalagem do conteúdo. Para o autor bíblico não há problema algum usar de uma fábula para, por ela, transmitir uma verdade de fé. Assim como para Jesus, também não havia problemas ensinar contando parábolas. O problema não é o texto, mas a tendência em tomá-lo ao pé da letra, como se ele pretendesse ser uma descrição histórica de um fato, não uma...

  • Andrea (São Paulo) - 24/09/2013

    Se tivessem deixado a cobra com a fala, teríamos outra versão dos fatos e a história poderia ser bem diferente... Acho mesmo que tirar-lhe a fala foi mais providencial que tirar-lhe as pernas (ou asas)!

  • Antonio Carlos de Carvalho (ARACATUBA) - 24/09/2013

    Antes de mais nada, que pena que poucos leem textos compridos! Se não dá pra se interpretar tudo na bíblia ao pé da letra, não devemos interpretar literalmente as passagens (inúmeras) em que Jeová permite a escravidão? Por exemplo, aquela parte que se assemelha ao Direito das Coisas do Código Civil, no qual se regulamenta as relações entre as pessoas e suas propriedades, e no caso da bíblia, os servos?

  • Fabricio (S Paulo) - 29/04/2013

    A razão de a cobra ter perdido as pernas, sabemos! Mas por que deixou de falar?

  • Bel (Brasília) - 21/04/2013

    Ora Divany, se na bíblia diz que a cobra falava, então eu acredito que ela falava (levo a bíblia a sério). Ela era, creio, igual à Cobrinha Azul do desenho! Agora o que incomoda são as lacunas da bíblia: porque as cobras deixaram de falar! Será que foi um trauma por conta do dilúvio, quando só restou um casalzinho delas?!

  • Bel (Brasília) - 21/04/2013

    Ora Divany, se na bíblia diz que a cobra falava, então eu acredito que ela falava (levo a bíblia a sério). Ela era, creio, igual à Cobrinha Azul do desenho! Agora o que incomoda são as lacunas da bíblia: porque as cobras deixaram de falar! Será que foi um trauma por conta do dilúvio, quando só restou um casalzinho delas?!

  • Maria (Rio) - 18/04/2013

    Mas... não necessariamente ela precisava ter tido pernas. Quando lei essa estória, lembro-me da Cobrinha Azul. A Cobrinha Azul é um desenho animado produzido pelos estúdios DePatie-Freleng Enterprises entre 1972 e 1974. A personagem que dá título à animação foi baseado em um réptil que viveu no Éden, ela "andava" se sustentando pela ponta da cauda. Na internet se procurar pela "A Cobrinha Azul" vai encontrar alguns vídeos: ela falava, não arrastava o ventre no chão e não tinha pernas.

  • Maria (Rio) - 17/04/2013

    Como antes do pecado as cobras não arrastavam o ventre na terra, então o óbvio é imaginar que elas tivessem pernas, muuuuitas pernas! Isso é simples. Agora como elas deixaram de falar é um "mistério da fé"!

  • Divany (Cuiabá) - 08/02/2013

    A cobra não falava, porém era o animal mais lindo do Jardim do Éden. Suas penas brilhavam quando no amanhecer o sol, pela manhã tocava suas penas e seu corpo. Seu aspecto reluzente e de penas douradas como as do beija flor (longíqua semelhança para que se possa entender). Voava sempre pelo jardim e era conhecida de Adão e Eva (nosso primeiros pais). Satanás foi astuto em justamente possuir o corpo do animal mais belo. Eva sabia que a serpente não falava, e foi uma grande surpresa ao vê-la falando.

  • António (Lisboa) - 28/12/2011

    Esta é realmente a primeira profecia da biblia,e toda a ela foi escrita baseando-se nela.Quem não souber o significado desta profecia,NÃO consegue entender as escrituras. Quem é o descendente da mulher?Quando seria machucado no calcanhar? Quem é a mulher? (podem crer que NÃO é Maria e não seria ela - a mulher - que seria machucada no calcanhar!)Quem é o descendente da serpente? Quando e como será esmagada a serpente? Sabendo responder CORRETAMENTE a estas perguntas,estarão no bom caminho para um entendimento exato ...

  • mary (sp) - 13/07/2011

    Ela não só tinha pernas, como tambem falava.

  • ana (rgt) - 03/07/2011

    Ahã!!

  • Antonio de Mello (Londrina) - 28/06/2011

    Ana você disse que A Srª White era racista, eu não acho ""Somos uma irmandade. Não importa qual o ganho ou a perda, temos de agir nobre e corajosamente à vista de Deus e de nosso Salvador. Que nós, como cristãos que aceitam o princípio de que todas as pessoas, brancas e negras, são livres e iguais, adotemos este princípio, e não sejamos covardes em face do mundo, e em face dos seres celestiais. Devemos tratar as pessoas não-brancas com o mesmíssimo respeito com que tratamos as brancas. E podemos agora, por preceito...

  • Antonio de Mello (Londrina) - 25/06/2011

    Ahã

  • ana (rgt) - 22/06/2011

    A tal de Hellem é chamada de plagista pq ela pegava os escritos dos outros e falava que eram dela. espertalhona né.

  • ana (rgt) - 22/06/2011

    O Vaticano esta revendo a injustiça que fizeram com o padre Cícero de Juazeiro. E se Deus quizer em breve ele vai ter o lugar que ele sempre mereceu que são os altares. Para o seu povo nem precisa nada disso ele ja é santo!

  • sara (cons.pena) - 04/09/2010

    Olha na biblia nao relata que a sepente tem pernas mais fala que:"andaras de rastos sobre o teu ventre e comerás o po todos os dias de tua vida."(Gen:3,14)

  • LUZIMEIRY ALBINO (Macaíba, R.N) - 18/08/2010

    muito obrigado irmão por me tirar esta dúvida,pois estas respostas nos ajuda muito a enterder mais sobre a palavra do senhor.

  • Raphaella (Laranjal do Jarí) - 05/08/2010

    Olá a todos. Como cristão que vocês devem ou deveriam ser, não deveria relutar em se contratacar. Mas sim trocar informações para seus próprios crescimentos espirituais. Mas as verdadeiras respostas sobre Deus se encontram somente na Bíblia. A Biblia noz diz que devemos ser pacificos.

  • Antonio (Londrina) - 25/07/2010

    A palavra "porque" usada em uma pergunta é separada. "por que"....

  • Erinaldo (Recife) - 24/07/2010

    Sabe porque a Pitonisa Ellen G.W. é chamada de plagista??

  • Antonio (Londrina) - 23/07/2010

    Sabe por que o Padre Cícero ainda não foi "canonizado"?

  • Erinaldo (Recife) - 13/07/2010

    Antonio, Não sou a favor de usar este espaço particular saindo do assunto logo acima! mas, sou obrigado a faze-lo. O problema que gera este tipo de comentário (ant-Católico) entre os protestantes é que embora eles afirmem "mover-se por amor", na prática esta tendência cria um ódio solapado que consome a pessoa, inclusive até levá-la a fazer uso de fins não-éticos para obter seus meios. Em outros casos, chega a cometer atitudes completamente anticristãs. Caluniando, Difamando, Julgando-se dono da verdade. Um exe...

  • Antonio (Londrina) - 13/07/2010

    É certo que há verdadeiros cristãos na comunhão católico-romana. Milhares na dita igreja estão servindo a Deus segundo a melhor luz que possuem. Não se lhes permite acesso à Sua Palavra, e, portanto, não distinguem a verdade. Nunca viram o contraste entre um verdadeiro culto prestado de coração e um conjunto de meras formas e cerimônias. Deus olha para essas almas com compadecida ternura, educadas como são em uma fé que é ilusória e não satisfaz. Fará com que raios de luz penetrem as densas trevas que as cercam. Re...

  • Erinaldo (Recife) - 12/07/2010

    Quem é digno de toda honra e glória é JESUS e não essa pitonisa e plagista Ellen G. White.

  • Antonio (Londrina) - 11/07/2010

    "Nada temos que recear quanto ao futuro, a menos que esqueçamos a maneira em que o Senhor nos tem guiado, e os ensinos que nos ministrou no passado.” Ellen G. White, Mensagens Escolhidas, vol. 3, p. 162.

  • Erinaldo (Recife) - 11/07/2010

    Antonio e Ana Paula de quem será que Ela plágiou esses escritos? Não sabe? Vá no site que está logo a baixo e verás! Se tiver coragem claro. Pois, covardes temos aos montes se escondendo atrás dos escritos de uma pitonisa plagista. Quem é digno de toda honra e glória é JESUS e não essa tal de Ellen G. W.

  • Ana Paula (R.J) - 10/07/2010

    Que ninguém tome a posição limitada, estreita, de que, no mínimo que seja, qualquer DAS OBRAS HUMANAS pode ajudar a saldar a dívida de sua transgressão. Esse é um erro fatal. Se entendessem isso, vocês deixariam de defender suas idéias acariciadas, e com coração himilde, levariam em consideração a expiação. Esse assunto é compreendido tão vagamente, que milhares e milhares que reivindicam ser filho de Deus são na realidade filhos do MALIGNO, porque desejam depender unicamente das próprias obras. Deus sempre exigiu ...

  • Antonio (Londrina) - 10/07/2010

    A fim de realizar a sua obra sem que fosse percebido, Satanás preferiu fazer uso da serpente como seu intermediário, disfarce este bem adaptado ao seu propósito de enganar. A serpente era então uma das mais prudentes e belas das criaturas da Terra. Tinha asas, e enquanto voava pelos ares apresentava uma aparência de brilho deslumbrante, tendo a cor e o brilho de ouro polido. Pousando nos ramos profusamente carregados da árvore proibida, e saboreando o delicioso fruto, era seu objetivo chamar a atenção e deleitar os...

  • Erinaldo (Recife) - 08/07/2010

    Esse Harlan foi só mais um no conto de fada da pitonisa e plagista Ellen G. W. Lêia sobre a Marian Davis, secretária e editora em trabalhos junto à Sra. White por 25 anos. No final de sua carreira ela chegou a denunciar a Sra. White de prática de plágio (copiar de outros autores sem notificá-los), deplorando ter participado de tais iniciativas. Atitude semelhante teve outras duas auxiliares da Sra. White, Mary Clough e a compositora de hinos Fannie Bolton (ver hino nº. 294 do Hinário Adventista). Esta última findou...

  • Erinaldo (Recife) - 03/07/2010

    Não me importa o que disse ou deixou de dizer sua Pitonisa e plagista Ellen G.White! Não sigo falsos DOUTORES (mestres). Não existe Luz maior nem menor! a Bíblia nunca mencionou tal façanha. Isso é propósito para desencaminhar os ignorantes da palavra de Deus, que não são poucos ( II São Pedro, 2 1. Assim como houve entre o povo falsos profetas, assim também haverá entre vós falsos doutores (MESTRES)que introduzirão disfarçadamente SEITAS PERNICIOSAS. Eles, renegando assim o Senhor que os resgatou, atrairão sobre ...

  • Antonio (Londrina) - 02/07/2010

    A própria Ellen White afirmou que "pouca atenção é dada à Bíblia, e o Senhor deu uma luz menor para guiar homens e mulheres à "luz maior" (Review and Herald, 20 de janeiro de 1903).

  • Erinaldo (Recife) - 02/07/2010

    Começas-te bem seu conto de fada, mas não respondes-te minha pergunta: Onde está escrito na Bíblia isso que voçe escreveu logo a baixo. Sei que voçes protestantes Adventista, crêem mais nos escritos da pitonisa Ellen G. White que na própria Bìblia, agora obrigar aos outros a aceitarem, essa não! Ha, sobre as torre gêmeas em N.Y. Não creio ser as tais previsões da pitonisa Ellen.G.White refernte a Elas pois, muitas outras catastrofe já houve: O Ed. Joelma em SP foi um deles quase identico, mas recente; O avião da TA...

  • Antonio (Londrina) - 02/07/2010

    A pedidos.... Era uma vêz...Uma pessoa muito especial conhecida como Senhora White, que nasceu em 1826 e veio a óbito em 1915, teve em seus dias, em uma suas visões, uma sena que ocorreu na realidade na cidade de N York, no fatidico evento de 11 de setembro A cena que em seguida passou perante mim foi um alarme de fogo. Os homens olhavam aos altos edifícios, supostamente incombustíveis, e diziam: "Estão perfeitamente seguros." Mas esses edifícios foram consumidos como se fossem feitos de piche. Os aparelhos contr...

  • Erinaldo (Recife) - 02/07/2010

    É tem gente que continua acreditando em estorinha de conto de fada. Antônio, voçe poderia começar seus posts assim: era uma vêz.... Sim, pois mas parece um conto de fada. Onde está escrito na Bíblia isso que voçe escreveu logo a baixo. Sei que voçes protestantes Adventista, crêem mais nos escritos da pitonisa Ellen G. White que na própria Bìblia, agora obrigar aos outros a aceitarem, essa não!

  • Antonio (Londrina) - 01/07/2010

    A fim de realizar a sua obra sem que fosse percebido, Satanás preferiu fazer uso da serpente como seu intermediário, disfarce este bem adaptado ao seu propósito de enganar. A serpente era então uma das mais prudentes e belas das criaturas da Terra. Tinha asas, e enquanto voava pelos ares apresentava uma aparência de brilho deslumbrante, tendo a cor e o brilho de ouro polido. Pousando nos ramos profusamente carregados da árvore proibida, e saboreando o delicioso fruto, era seu objetivo chamar a atenção e deleitar os...

  • Misael Tavares (Aracaju) - 30/06/2010

    Eu leio de outra perspectiva: A partir de Nm 21,8-9(v. Joao 3,14); por se tratar de um Livro mais antigo que Genesis 3; Ou seja houve no povo da Biblia uma adoração e criação de imagens à serpente; o que o Autor do genesis quer passar é que Deus fala e o Homem não segue, a serpente fala e o Homem acredita e faz; este é o erro, ouvir a voz da serpente é morrer para Deus(Dt 6,4-6;24), leiamos tambem o que diz o segundo Livro dos Reis 18,4 e Sabedoria 16,6-7 ( a serpente era tida como "Sinal de Salvação"