Uma janela sobre o mundo bíblico

Quando Paulo diz ter um espinho na carne ao que ele se referia?



  • Pergunta de Jorge Moraes, pelotas
  • 141646
  • 13/10/2012
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Carne | Paulo |


Quando Paulo diz ter um espinho na carne ao que ele se referia?

Olá Jorge Morais de Pelotas / RS!

 Está é uma das perguntas muito discutida pelos estudiosos da Bíblia Sagrada. Os estudantes de Teologia se debatem em encontrar explicações os professores de Exegese Bíblica argumentam das mais diferentes formas, as Escolas Bíblicas Dominicais fazem fóruns buscando respostas, entretanto apesar de todo este esforço não encontramos nos textos sagrados uma resposta que nos satisfaça plenamente. São buscas de respostas e soluções para a questão.

Tudo nos indica que a tentativa de identificar o que seja este espinho na carne do apóstolo Paulo, para o estudioso da Bíblia de orientação protestante vale a máxima afirmativa de Lutero: “o que as escrituras não afirmam com clareza, não devemos afirmar com certeza”. Penso que não estaríamos errados seguindo este conselho, o que segue como resposta são apenas opiniões mais ou menos consistentes e que a cada passo retornam em cena, mas sem uma solução que nos satisfaça.

Algumas respostas encontradas nas leituras, cursos acompanhados, pesquisas e estudos:

- Podemos, inicialmente, supor que o espinho na carne seja espiritual ou mesmo físico em sua manifestação. No primeiro caso, o mensageiro de Satanás, um espírito maligno que atormentava o apóstolo Paulo. No entanto assim afirmar é contraditório porque Paulo afirma em 1 Cor 6,19:

 

"Ou não sabeis que o vosso corpo é templo do Espírito Santo, que está em vós, e que recebestes de Deus" (1Coríntios 6,19). Bíblia de Jerusalém

 

 

- Outra possibilidade de espinho seria as tentações de modo geral, ou de natureza sexual em particular.

Entretanto os seus escritos atestam o contrário ele mesmo disse a este respeito em 1 Cor 7,7:

 

"quisera que todos os homens fossem como sou" (1 Coríntios 7,7). Bíblia de Jerusalém

 

- Temos a alternativa (sou inclinado a olhar com bons olhos esta possibilidade) de que o sofrimento seja a perseguição que o apóstolo sofria por parte dos seus adversários. Fortalece esta tese o fato de que Paulo escreveu espinho na carne em contexto de perseguições vindas dos adversários. Ele fala contra os judaizantes, falsos apóstolos, em vários momentos, recordamos em 2 Cor 11,13

 

"Esses tais de falsos apóstolos, operários enganadores, camuflados em apóstolos de Cristo”. (2 Coríntios  11,13) Bíblia de Jerusalém

 

Lembra Paulo em 2Cor 11, 24 que :

"Dos judeus recebi cinco vezes os quarenta golpes menos um" (2 Coríntios 11,24) Bíblia de Jerusalém.

 

Concluindo.

Embora não saibamos o que seja este espinho na carne que fala Paulo nesta passagem bíblica a atitude de Paulo nos diz que cada dificuldade em seguir a pessoa de Jesus Cristo e no testemunho de seu evangelho pode ser superada. Isto acontece quando nos abrimos à confiança da intervenção divina.

Paulo sempre afirma ser um “servo inútil” (Lucas 17,10), mas as maravilhas que acontecem na pregação do evangelho é o Senhor Deus que realiza simplesmente carregamos as riqueza de Deus em “vasos de barro” (2 Cor 4,7).

141646 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook