Os Judeus no tempo de Jesus davam o dízimo. E hoje, eles dão o dízimo ou alguma outra contribuição?

Pergunta de Frutuoso Carvalho da Silva, Imperatriz - Ma
Resposta de Luiz da Rosa, em 24/02/2009


Leia mais sobre Dízimo

O dízimo era uma prática muito comum no Antigo Testamento (em hebraico ma‛ăśêr – veja Levítico 27,30-32). O objetivo básico dessa prática era reconhecer a dádiva divina, com a qual o ser humano consegue viver. Aos poucos essa “taxa” se tornou também sinal de solidariedade e expressão de participação na comunidade. Por isso, no Novo Testamento, Jesus condena aqueles que praticam esse gesto como um simples ritual e não como expressão do modo de ser. De fato, lemos, em Mateus 23,23, palavras muito fortes de Jesus contra os escribas e os fariseus: Ai de vós, hipócritas, que pagais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho, mas omitis as coisas mais importantes da lei: a justiça, a misericórdia e a fidelidade. Importava praticar estas coisas, mas sem omitir aquelas.

Nas comunidades de hoje o preceito do dízimo ainda vige. Isso acontece nas comuniadades evangélicas, católicas e também entre os judeus. Poucos praticam e exigem a “décima” parte do proveito que temos, mas existem outros valores que procuram manter vivo o espírito da lei.

Entre os judeus não existe uma lei internacional, que acomuna todas as comunidades na mesma regra. Cada comunidade é organizada em modo diverso. Muitas vezes as comunidades dos judeus são formadas por escolas, bibliotecas, museus, além da própria sinagoga. A contribuição visa essencialmente manter esses espaços e contribuir à expansão dos serviços oferecidos.

Posso falar da comunidade dos judeus de Roma, onde vivo. Graças a uma página da revista Shalom, de dezembro passado, podemos dizer o seguinte a respeito do dízimo nesta comunidade:

“As comunidades dos judeus sobrevivem somente se existem judeus, mas conseguem oferecer serviços (escolas, Talmud Torà, assistência religiosa, formação cultural, etc.) somente graças às contribuições: odiadas, às vezes aceitadas passivamente e raramente acolhidas com conhecimento.
A capacidade de contribuição de cada um de nós se baseia no mecanismo seguinte: quem mais tem, mais deve contribuir com as despesas gerais, necessárias para o funcionamento de um grupo.
Na comunidade de Roma a contribuição é calculada aplicando porcentais crescentes dependendo do total da renda que cada um tem: até 1.549 euros se paga 2,8%; até 7,746 euros se aplica 3,2%; até 15.900 euros a taxa é e 3,6. Quem ganha mais do que isso paga 4%.”

Leia outras respostas sobre o dízimo, no nosso site

2609 visitas

7 comentários

Postar um comentário

  • Erivaldo (Salvador) - 21/02/2013

    A resposta nos foi dada com bastante clareza; Se ELES a quem pertence Rom.9;4 Na carne - Então deveriamos tomar vergonha e seguir pelo menos esses Judeus de ROMA, e vejam que a eles é que foi dada a LEI de dizimos a Moíses no monte Horebbe Mal.4;4. Agora nós que somos GENTIOS, ficamos sendo enganados por esses salafrarios Pastores, todos mentirosos, não siga-os, senão ambos cairão no abismo, querem só o nosso dinheiro, pois até os JUDEUS sabem que não devemos mais PAGAR DIZIMOS, isso não é questão de FÉ, como dizem...

  • Erivaldo (Salvador) - 18/01/2013

    Esqueçam esse negocio de DIZIMOS. É o Evangelho agora.Dizimos não é ordenança de CRISTO para NÓS, é ORDENANÇA para ISRAEL. HOJE nem ISRAEL é ordenado a dar DIZIMOS. Esta tudo escrito na Biblia é só lermos, tem tudo escrito, se quiserem eu posso indicar os versiculos. Más pelo visto AQUI neste BLOG. Ninguem gosta dessa frase ESTÁ ESCRITO- foi a que JESUS usou contra SATANÁS, e porque as pessoas desse BLOG não gosta do que ESTÁ ESCRITO? Cristão se baseia no que está escrito na biblia e não em Santo Isidoro

  • Erivaldo (Salvador) - 18/01/2013

    Bom dia, bons comentarios, más ainda não está dentro do padrão biblico, porque? Gente pelo Amor de Deus, entendam que NÓS SOMOS gentiios, GENTIOS, gentios, gentios, gentios, gentios GENTIOS, gentios, GENTIOS. Não somos ISRAELITAS, não somos ISRAELITAS, não somos ISRAELITAS. As ALIANÇAS foram feitas com o POVO DE ISRAEL, POVO ISRAEL. POVO ISRAEL e não conosco, Era DEUS de ISRAEL, DEUS de ISRAEL não era nosso DEUS,

  • ana (rgt) - 29/08/2010

    Os Levitas precisavam do dizimo,pq não receberam nenhuma herança.Eles não ganharam nada na partilha da tal terra prometida aquela q corre leite e mel.E q até hj não viram mel nem leite.Isso n vem ao caso.Eles precisavam dos primeiros frutos das colheitas pra sobrevivem.mais hj as igrejas tem outros recursos como por exemplo:vendem cds, dvs,livros, biblias etc.E os donos das igrejas tem outras atividades ,como por exemplo.O congresso nacional é uma boa fonte de renda para eles.e tem tb as doaçoes,as ofertas tem gent...

  • Antonio (Londrina) - 28/04/2010

    Muitos deixam de DEVOLVER, dizimos e ofertas, porque Jesus mensionou muito pouco a este respeito. Uma desses vezes foi dizer que devemos dar a Deus o que é de Deus e ao homem o que é do homem. Mas devemos levar em consideração o seguinte: Nos dias de Jesus havia o templo feito por Salomão. E desde o tempo em que o povo de israel chegou a terra prometida a terra da Canaã, a tribo de Levi era quem cuidava das coisas religiosas, dos cultos e tudo que evolvia religião. Os Levitas na ocasião da divisão das terras para a...

  • Luiz da Rosa (Roma) - 25/02/2009

    Sobre o dízino no Novo Testamento, leia a resposta no nosso site

  • Ailton pereira dos Santos (Itabuna) - 24/02/2009

    Eu não encontrei na biblia no novo testamento ordenando pagar o dizimo existe algum verciculo no novo testamento ordenendo ?