Foi falado aqui da história do filho mais novo de Ló (Amon). E a história do 2º filho, Moab, qual é?

Pergunta de Regina Veloso, Rio de Janeiro / RJ
Resposta de Odalberto Domingos Casonatto, em 13/06/2012


Leia mais sobre Gênesis

Olá Regina Veloso do Rio de Janeiro / RJ!

Nada mais justo do que saber o que aconteceu com o segundo filho de Lot, Moab? Afinal se falou do primeiro é justo saber a história do segundo. Voltei o olhar o Atlas Bíblico da editora Santuário, para a localização dos descendentes de Moab.

Na Bíblia eles passaram a se chamar Moabitas, um povo nômade, vivendo em tendas, que foram se estabelecendo a leste do Mar Morto. Para facilitar, já que falamos dos Amonitas, sua localização geográfica esta abaixo das terras que viviam os Amonitas. Aos poucos a localização ficará mais clara. Seria bom olhar um Mapa da Palestina do Antigo Testamento. Foram ai viver por volta do século XIII a.C., e a região passou a chamar-se pelo nome de seus habitantes: Moab.

Moab é o nome histórico de uma faixa de terra montanhosa no que é atualmente a Jordânia, ao longo da margem oriental do Mar Morto. Na Idade Antiga, pertencia ao Reino dos Moabitas, um povo que estava frequentemente em conflito com os seus vizinhos israelitas a oeste.

 

Origem dos Moabitas

No livro do Gênesis 19,30-38, encontramos a narrativa da origem do povo Moabita através de um incesto, de Ló, sobrinho de Abraão, com suas duas filhas, após a destruição de Sodoma e Gomorra. Conferir a resposta da pergunta: Qual o nome do filho mais novo de Ló? Pergunta de Ivan - Brasília / DF. Enviada em 21/05/2012 e repondida por Odalberto.

 

Sabemos pela narrativa que a filha mais velha gerou Moabe, origem do povo Moabita e a mais nova gerou Amon que deu origem aos Amonitas.

Esta explicação nos ajuda a entender o porque dos Moabitas são parentes dos Hebreus, pois Abraão foi o patriarca do povo de Israel.

 

Reino de Moab

A tribo dos Moabitas aumentou em número na região do sudeste da Transjordânia, onde Ló possivelmente foi morar depois da destruição de Sodoma. Atingiram depois de lutas com tribos vizinhas a extensão territorial desde o Zerede até ao Arnom. Na narrativa bíblica vamos encontrar muitas passagens que falam hora da opressão dos Moabitas ao povo de Israel, ora de sua expulsão do território Israelita.

Paralelamente a história de Israel os Moabitas sofreram os mesmo revez com as invasões dos impérios vizinhos na Região. No período imperial assírio, Moabe também se tornou submissa aos assírios, pagando tributos. Quando os Babilônios conquistaram o Império Assírio, Moab foi anexado a seu território. No domínio persa, deu-se um influxo dos povos árabes no território de Moab e eles perderam identidade  unindo-se aos árabes Nabateus, fazendo parte do reino Nabateu no tempo de Cristo. Depois de 105 d. C., o antigo reino Moabita foi anexado como parte da Província romana da Arábia Petra.

 

Pedra Moabita - A estela de Mesa

Pedra Moabita ou Estela de Mesa, tem uma inscrição sobre Mesa, Rei de Moab. Nela esta descrita a conquista de Moab por Omri, Rei de Israel. Esta inscrição bate com o relato bíblico em 2 Reis 3,4-27. A estela teria sido feita, em 830 a.C..

Um missionário alemão F. A. Klein , em 1868, adquiriu esta estela e hoje esta no museu do Louvre Paris. Foi encontrada em Díbon, capital do Reino de Moab, a 4 milhas a Norte do Rio Árnon. Nela também se confirma que escrita Moabita era idêntica ao hebraico.

Na descrição da Pedra Moabita se confirma o território moabita e citações Bíblicas do Antigo Testamento: Atarot e Nebo (Números 32,34.38), Aroer, o Vale de Árnon, planalto de Medeba, Díbon (Josué 13,9), Bamot-Baal, Bet-Baal-Meon, Jasa e Cariataim (Josué 13,17-19), Bezer (Josué 20,8), Horonaim (Isaías 15,5), e Bet-Deblataim e Cariot (Jeremias 48,22.24).

 

A Religião Moabita

A manifestação religiosa desta tribo de moradores do deserto era politeísta, tendo como deus principal Quemos (Jr 48,13), este nome é citado na pedra Moabita (linhas 3, 5, 9, etc.

Durante uma campanha militar dos Reinos de Judá, Edom e Israel contra Moab o rei mesa de Moab desesperado diante da derrota teve como última alternativa sacrificar a seu deus Quemos o seu filho(2 Reis 3, 26-27):

O nome da deusa Ashtar encontramos na Pedra Moabita. A citação de 2Rs 3,26-27 confirma que os moabitas ofereciam, ocasionalmente, aos seus deuses sacrifícios humanos.

“26 Vendo o rei dos moabitas que a peleja prevalecia contra ele, tomou consigo setecentos homens que arrancavam da espada, para romperem contra o rei de Edom; porém não puderam.

27 Então tomou a seu filho primogênito, que havia de reinar em seu lugar, e o ofereceu em holocausto sobre o muro, pelo que houve grande indignação em Israel; por isso retiraram-se dele, e voltaram para a sua terra”.(2Rs 3,26-27)

2056 visitas

1 comentário

Postar um comentário

  • Nelson quadros (Parobé) - 21/07/2014

    Esclarecedor obrigado! Paz de Cristo!!