Siga-nos no FaceBook




Lugares bíblicos

Qual o significado bíblico da palavra rehobot?

Pergunta de Cristiane Beatriz Alves, Montes Claros
Resposta de Odalberto Domingos Casonatto, em 05/05/2012


Olá Cristiane Beatriz  Alves de Montes Claros / MG!

A pergunta nos leva a um dos patriarcas bíblicos Isaque, cujas narrativas encontramos no livro do Gênesis. Respondendo de forma direta a pergunta por Rehobot, (Gn 26, 22) É o nome do poço aberto por Isaque, que em hebraico significa, alargamento ou mesmo amplitude. Indica uma fase de prosperidade para aqueles que são perseverantes.

 

Desenvolvendo alguns tópicos da Resposta.

A origem do poço Rehobot.

A palavra Rehobot, encontramos no o livro do Gênesis, capítulo 26, versículo 22, que descreve à forma como que Deus abençoou Isaque, patriarca do Antigo Testamento. Vivendo no deserto do Negev para sobreviver a um período de fome e seca foi impelido a ter que cavar poços, mas para a sua surpresa logo que encontrava água eram todos entupidos pelos povos inimigos dos hebreus que viviam na região. Este fato perdurou por bom tempo até que cavando um poço em determinado momento não enfrentou resistência começou a tirar água dele para si e seu rebanho possibilitando a prosperidade de Isaque e seu povo. Ele ficou muito contente e a este poço nomeou de Rehobot, que, em hebraico, significando alargamento, ou mesmo amplitude.

 

Importância da água no deserto.

Na nossa vida diária utilizamos água e sabemos da importância. Hoje mais do que em qualquer outra época, as nações começaram a se interessar para economizar a água e usá-la racionalmente. Ou se tomam iniciativas sérias ou teremos em futuro muito breve dificuldades com a água.

Agora imaginamos a importância que tem a água no deserto. Ter um poço significa tudo: vida, prosperidade e riqueza. Na região que vivia Isaque a busca pela água era incessante, sem ela não viveriam. As famílias e clãs viviam em torno a estes poços de água. Lembramos alguns que a bíblia cita:

 

Alguns dos poços mencionados no livro de Gênesis receberam nomes significativos:

O poço Beer- Laai-Roi  com o significado de um poço daquele que vive e me vê" seu  nome lembra a serva Hagar que teve um encontro com o Senhor (Gênesis 16,14).

Poço de Bersheba ou (Bersabéia) "poço dos sete", ou também chamado  "poço do juramento", lembra a oferta de Abraão a Abimeleque doando sete cordeiras (Gênesis 21,15-33).

Poço de Esequecom o significado de "contenda", acontecidas entre os pastores de Isaque e os do local de Gerar (Gênesis 26,20).

Poço de Sitna =  "inimizade", porque também houve contenda.

Poço de Rehobot = "alargamento" ou amplitude”, este poço foi permitido seu uso por Isaque e família aumentado sua prosperidade e sua família.

 

Cavar Poços no deserto.

Para os habitantes do deserto, encontrar um poço ou cavar significava buscar um bem muito precioso, muito mais valioso que o próprio ouro ou pedras preciosas, pois possuindo água se tinha sustentabilidade e sobrevivência da vida pessoal, familiar e do clã.

A história dos patriarcas no livro do Genesis, fala da vida no deserto do oriente e à predominância do trabalho no meio rural. Os patriarcas e suas famílias viviam da criação de animais, ovelhas, gados, sendo a água importante fonte de provisão que trazia riqueza a quem a encontrasse naquelas regiões desérticas.

Sabemos das narrativas bíblicas que Isaque era um homem trabalhador, um exímio cavador de poços. Aprendeu com seu pai Abraão, ser um homem de caráter, e cumpridor de seus deveres, tanto nas relações familiares e com outros clãs que vivam no deserto.

Isaque tinha como prática cavar poços e trabalhava junto com seus servos na busca das águas profundas. Encontrar água cavando poços no deserto fez de Isaque um homem riquíssimo, tudo o que fazia prosperava. Deus estava com ele e a sua vida era a Deus direcionado. A narrativa bíblica nos conta que seus inimigos o expulsaram de suas terras, mas Isaque não desanimou e continuava prosperando.

Continuou cavando poços e seus inimigos continuaram usurpando seus poços até que chegou o momento de cavar um poço obter água e conseguir desfrutar desta água.

Isaque achou água e os inimigos não o perseguiram mais, por isso ele passa a chamar aquele lugar de Rehobot = ‘amplidão’, ‘alargamento’ e disse:

“....Porque agora nos deu lugar o Senhor, e prosperaremos na terra.” (Gênesis 26,22)

 

Isaque achou que por não haver mais conflitos com os inimigos, aquele era o lugar definitivo da bênção de Deus para sua vida. Mas estava enganado. Isaque aprendeu com estes acontecimentos que nem sempre a ausência de conflitos quer dizer que Deus esta nos abençoando. Na verdade é apenas uma pausa, Deus tem coisas maiores para nós tem promessas muito mais poderosas que a força de nossos inimigos.

1689 visitas

Nenhum comentário

Postar o primeiro comentário