Siga-nos no FaceBook




Lugares bíblicos

Quem foi José de Arimatéia?

Pergunta de Jaelson de S. Soares, Juazeiro do Norte-CE
Resposta de Odalberto Domingos Casonatto, em 26/04/2012


Leia mais sobre João

Olá Jaelso!

Em forma resumida podemos responder que José de Arimatéia, leva este cognome Arimatéia por ter sua origem na cidade de Arimatéia, na região da Judéia.

Era um homem dedicado ao comércio que tinha sido iniciado por seu pai que veio morar em Jerusalém. Possuía muitos bens sendo considerada uma pessoa rica. Seu prestigio o elegeu ocupar um lugar entre os 71 membros do Sinédrio de Jerusalém. O Sinédrio era o colégio dos mais altos magistrados do povo Judeu. Era também conhecido como “Sanhedrin”. No calendário dos Santos católicos é venerado no dia 31 de agosto. O Evangelho de João o cita como discípulos e seguidor de Cristo mesmo que estivesse escondido pelo anonimato. Conforme João:

“Depois, José de Arimatéia, que era discípulo de Jesus, mas secretamente, por medo dos judeus, pediu a Pilatos que lhe permitisse retirar o corpo de Jesus. Pilatos pó permitiu. Vieram então, e retiraram seu corpo”. (Jo 19,38)

José de Arimatéia era muito amigo de Nicodemos e segundo a narrativa dos evangelhos pediram a Pôncio Pilato a retirada do corpo de Jesus da cruz para o sepultamente porque estava chegando o sábado judaico. Pilatos deixou que o sepultassem. José de Arimatéia era o dono do sepulcro novo. Jesus foi embalsamado, conforme o ritual judaico e o sepultaram cerca de 30 metros do local da crucificação e de onde ressuscitou três dias depois da morte.

O lençol de linho em que Jesus foi envolvido, conforme o costume judaico, foi fornecido por José de Arimatéia, hoje é conhecido como Santo Sudário.

 

José de Arimatéia e o santo Graal (cálice de Jesus da última ceia)

 

O mundo da literatura e cinematografia de ficção moderna nos últimos anos escreveram e divulgaram muito com respeito as antigas ordens que possuíam o Santo Graal. Tudo isto movimentado pela linha de pensamento que José de Arimatéia ficou de posse do Cálice de Jesus da última ceia e levou para a Inglaterra onde passou o resto de sua vida. Este cálice, tão procurado e falado, passou a ser conhecido como o Santo Graal. Na Inglaterra Lendas Arturianas se encarregaram de divulgá-lo. Entretanto, este assunto é matéria para outras perguntas.

4895 visitas

2 comentários

Postar um comentário

  • Ana Terra (Alfenas) - 10/06/2014

    esse site é muito bom

  • Aline Claudia (Acarau cé) - 27/04/2012

    É uma bençao este site. Tira todas as nossas duvidas.