Texto onde o Senhor afirma: "ai daquele que fizer mal a um de meus pequeninos".

Pergunta de Maria da Silva, Alagoa Grande
Resposta de Odalberto Domingos Casonatto, em 03/01/2012


Leia mais sobre Jesus Mateus

Olá Maria de Lourdes de Alagoa Grande!

Para responder a tua pergunta encontramos no Novo Testamento vários textos. Cito os que encontrei. O primeiro é aquele que aparece no Discurso de Jesus sobre a Igreja:

6 “Mas qualquer que fizer tropeçar um destes pequeninos que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma pedra de moinho, e se submergisse na profundeza do mar.

7 Ai do mundo, por causa dos tropeços! pois é inevitável que venham; mas ai do homem por quem o tropeço vier!

8 Se, pois, a tua mão ou o teu pé te fizer tropeçar, corta-o, lança-o de ti; melhor te é entrar na vida aleijado, ou coxo, do que, tendo duas mãos ou dois pés, ser lançado no fogo eterno.”.(Mt 18, 6-7)

Mas também encontramos outras passagens: em Mc 9,37; Lc 9,48; Lc, 17,1-2.

 

O que se entende por escândalos neste citação:

Para o Evangelho é dar um testemunho falso e traiçoeiro, não se deveria repetir os erros dos fariseus e escribas. Jesus diz claramente a seus ouvintes, escandalizar é ser hipócrita, é possuir um discurso cheio de bonitas palavras, mas que nada do que se fala se vive. E ter um pratica que engana os pobres e os pequenos. Escandalizar é querer reproduzir na comunidade dos que amam a Jesus o mesmo modo de pensar e agir que existem no mundo. É viver com ódio, e contendas, e fazer com que cresçam as divisões e os conflitos na comunidade.

Entrar na Comunidade é estar disposto a superar a ideologia existente no mundo e deixar de lado os comportamentos presentes na sociedade que está distante de Deus.

 

Quem são os pequenos no discurso de Jesus?

Embora Jesus coloque uma criança para que sirva de exemplo no seu discurso não é para elas que se dirige diretamente. O alcance é muito maior. No evangelho de Mateus os pequenos são os empobrecidos, os que choram, os fracos, os humildes e os famintos de justiça. O evangelista quer dizer para a comunidade que Jesus afirma: se os empobrecidos entrarem na comunidade de seguidores a mesma estrutura que os empobreceram ficarão realmente escandalizados. A comunidade para eles não representará mais nada. Perderão até a fé em Deus.

13487 visitas

Nenhum comentário

Postar o primeiro comentário