Uma janela sobre o mundo bíblico

Queria saber algum versículo na Bíblia que fala sobre não julgar o próximo.



  • Pergunta de Alana, Curitiba - Paraná
  • 137009
  • 22/12/2011
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Juízo/Julgamento | Jesus | Lucas


Olá Alana! De  Curitiba - Paraná

 Esta pergunta tem uma resposta muito ampla e encontramos muitos versículos bíblicos que apresentam o assunto. Não tenho pretensão aqui em querer esgotar o assunto, pois ele merece um estudo continuado, além do texto bíblico, ele exige colocar em pratica este ensinamento levando-nos a uma compreensão verdadeira do que Deus quer quando fala em julgar o próximo.

 

Poderíamos começar com o evangelho de Lucas e assim teríamos uma resposta à pergunta: o texto de Lucas assim fala sobre o julgar:

"Sede misericordiosos, como também é misericordioso vosso Pai." "Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados; dai, e dar-se-vos-á; boa medida, recalcada, sacudida, transbordante, generosamente vos darão; porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também."(conf. Lc 6, 36-38).

Deus nos induz a pratica da misericórdia assim como ele é misericordioso e nos dá condições e possibilidades para que possamos praticar a misericórdia:

Convida-nos a não julgar e deixar o julgamento para Deus. O texto nos diz que quando julgamos um irmão nosso, estamos na verdade julgando a nós mesmos: "porque com a medida com que tiverdes medido vos medirão também", concluindo se não julgarmos nossos irmãos, também não seremos julgados por Deus.

 

O texto de Lucas continua e fala da condenação. Se porventura julgamos os nossos irmãos, pelos menos depois disto não os condenemos. Não temos autoridade para isto. Exemplo prático é aquele da mulher adultera. O pecado cometido pela mulher estava claro. Entretanto serviria para alguma coisa sua condenação? Finalizando o texto quer nos dizer: olhe com olhos da luz verdadeira Jesus Cristo, e não com olhos da maldade.

Ainda existe uma possibilidade de misericórdia. Se julgarmos e condenarmos um irmão por uma falta pelo menos que tenhamos a capacidade de perdoar.

É o caso do credor incompassivo. Se você precisa perdoar alguém, é porque você já cometeu dois pecados (julgou e condenou). Somos convidados a livrarmos desta carga.

 

A lista dos textos que falam do julgamento é enorme, mas deixo para meditação mais alguns textos do evangelho João 5, 19-30; João 12, 44-50.

"E o Pai a ninguém julga, mas ao Filho confiou todo o julgamento, a fim de que todos honrem o Filho, do modo porque honram o Pai. Quem não honra ao Filho não honra ao Pai que o enviou."(conf. Jo 5,22-23)

"Em verdade, em verdade vos digo: Quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida." (conf. João 5.,24)

 

Quando julgamos o pecado e aquele que comete (pecador) inicia-se em nós um processo de morte. Pecado, julgamento, condenação todas estas palavras tem o sinônimo de morte. Por outro lado a pessoas que evita julgar e condenar seu irmão esta fugindo do pecado. Abstêm-se de cultivar a morte no coração. Este passa da morte para a vida, segundo o evangelho. Abandona o pecado e ganha como recompensa a vida eterna.

137009 visitas



Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook