Queria saber sobre Isaías 12

Pergunta de Nádia de Cassia, Santo André
Resposta de Luiz da Rosa, em 18/11/2011


Leia mais sobre Isaías

Normalmente os críticos dizem que esse capítulo conclui o assim chamado "livro do Emanuel", uma parte do primeiro livro de Isaías. Na verdade, não criamos confusão, Isaías é um único livro, atualmente. Todavia ele tem uma história muito complexa e podemos falar de 3 livros incluídos sob o nome de Isaías:

  • Capítulos 1-39: Primeiro Isaías
  • Capítulos 40-55: Segundo Isaías
  • Capítulos 56-66: Terceiro Isaías.

 

Isaías 12 faz parte do Primeiro Isaías. Esse primeiro livro é, provavelmente, a parte mais original, que se liga ao personagem histório Isaías. Ele nasceu em 765 antes de Cristo e, no templo de Jerusalém, recebeu a missão de anunciar a ruína de Israel e de Jerusalém, por causa dos pecados do povo. O seu ministério, que durou 40 anos, é marcado pela ameaça da Assíria contra Israel e Judá.

 

O contexto do nosso capítulo é aquele da guerra siro-efraimita (735-733). Os reis de Damasco e de Israel fizeram de tudo para puxar o rei de Judá, Acaz, para criar uma aliança contra Tiglat Pilezer III, rei da Assíria. Acaz rejeitou tal proposta e foi atacado por Israel e Damasco. O rei de Judá recorreu ao seberano da Assíria e ganhou a sua proteção. Em 721 a Assíria conquista Israel.

Isaías se contrapõe a estas alianças de Acaz.

 

O capítulo 12 é um Salmo, uma oração, onde trasparece a profunda confiança do profeta no Senhor. Isaías era um profeta de fé e, nos momentos de crise da nação, pedia somente a confiança em Deus: é a único caminho de salvação.

 

2838 visitas

Nenhum comentário

Postar o primeiro comentário