Uma janela sobre o mundo bíblico

Por que em algumas versões de Isaías 7,14 aparece "moça" e em outras "virgem"?



  • Pergunta de Eglison de Paula, São Luís - Ma
  • 664
  • 21/05/2019
Odalberto Domingos Casonatto

Leia mais sobre Maria, mãe de Jesus |


Ola Eglison de Paula de São Luis - Ma

A sua pergunta completa é:

Uma das diferenças entre as traduções da Biblia Hebraica e o Antigo Testamento (Biblia Cristã) é o texto de Isaías 7,14. Na Bíblia Hebraica: "Eis pois que o Eterno, Ele mesmo, vos dará um sinal: eis que a moça grávida dará a luz um filho e o chamará Emanuel (Deus está conosco)." (Is 7.14). Na Bíblia Cristã: "Portanto o mesmo Senhor vos dará um sinal: Eis que a virgem conceberá, e dará à luz um filho, e chamará o seu nome Emanuel." Considerando que a Bíblia Hebraica (Tanah) é mais antiga e não aparece a palavra virgem. Vocês poderiam nos explicar esta diferença que altera todo o conceito do nascimento virginal de Jesus Cristo, uma das bases do ensinamento cristão.

Andei olhando o material em hebraico que possuo, como a Bíblia Hebraica Sttutgartensia, o The Analytical Hebrew Lexicon e o Dicionário Shilo – Hebreu e Español, mais duas traduções da Bíblia, a Bíblia Almeida e a Bíblia de Jerusalém, para tentar dar uma resposta a suas indagações. Em hebraico a palavra usada na profecia de Isaias “almah” tem significado de "moça virgem", "moça que se prepara para o casamento", ou que casou recentemente.  Nas traduções, tanto a Almeida quanto A Bíblia de Jerusalém também, encontramos traduzido "Almah" como virgem.

Bíblia Almeida, Isaias 7,14:

“Eis que a virgem conceberá e dará à luz a um filho, e lhe chamará Emanuel.” (Isaías 7,14) Bíblia Almeida.

Bíblia de Jerusalém 7,14:

“Eis que a jovem (virgem) concebeu e dará à luz um filho e por-lhe-á o nome de Emanuel.” (Isaías 7,14) Bíblia de Jerusalém.

 

Como resolver a questão?

A interpretação passou para o campo teológico, onde se criou um impasse, por causa de duas interpretações relacionadas com a Mãe de Jesus. Os católicos assumindo a tradução da Versão da septuaginta falam da concepção virginal de Maria.

Os protestantes, embora apareça na Bíblia Almeida a tradução de “almah” como virgem, teologicamente interpretam diferentemente, não consideram a virgindade de Maria e que ela tiveram outros filhos.

664 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook