Uma janela sobre o mundo bíblico

É verdade que as bíblias, após 1940, foram reeditadas por que o significado dos manuscritos foi alterado?



  • Pergunta de Mariani , São Paulo
  • 962
  • 10/08/2018
Luiz da Rosa

Leia mais sobre Crítica textual |


Não é exatamente isso o que aconteceu. De fato, a Bíblia não foi mudada, mas foi alterada a maneira de produção de novas traduções da Bíblia. Quando essa mudança acorreu, depende muito de vários fatores. As traduções para o português não tiveram muitas mudanças significativas até os anos 70. Em outros ambientes, essas mudanças já começaram no início do século XX.

O significado dos manuscritos nunca foi alterado, pois podem ser consultados também online. O que aconteceu foi a descoberta de novos manuscritos. Foi isso que provocou algumas mudanças na dinâmica das traduções da Bíblia.

 

O que mudou nas Bíblias?

Para entender bem essa questão, é necessário ter algumas noções básicas de crítica textual. Quem traduz a Bíblia para o português se baseia em edições críticas dos textos em hebraico, aramaico e grego (veja aqui sobre esses textos). Essas edições trazem todas as variantes que existem em relação ao texto bíblico. Sabemos que não temos mais o texto original dos autores bíblicos, aquele que saiu da "caneta" deles. Temos somente manuscritos diversos que trazem esses textos, que algumas vezes não concordam entre si, principalmente em relação à pequenas coisas, com pouca importância para o conteúdo. Esses textos críticos elencam essas diferenças e indicam, ao mesmo tempo, qual é provavelmente o texto original, obedecendo a regras científicas usadas pela crítica textual.

As variações dos textos bíblicos são descobertas na medida em que se descobrem manuscritos. Uma descoberta importante foi a de Qumran, no final da década de 40. Portanto, a partir dessa data os textos ali encontrados também entraram no elenco das variações de textos. Muitos manuscritos foram descobertos a partir do século XIX e poderão ser descobertos também no futuro. Eles podem estar escondidos debaixo da terra ou também em arquivos de bibliotecas. À medida que são descobertos, são acrescentados às edições críticas e fornecem assim outro material para os tradutores.

A dinâmica apresentada acima é aquela que está por trás das traduções. Antigamente as traduções eram feitas a partir de outras traduções, especialmente do latim. Hoje, graças à Deus, todos têm acesso aos textos em língua original e cada vez mais as traduções são confiáveis.

Não devemos pensar que existam coisas escandalosas nas variações. O texto bíblico foi muito bem conservado e é provável que aquilo que encontramos em nossas bíblicas seja o texto escrito pelo autor bíblico. Os casos difíceis são, de verdade, poucos.

Se você tiver interesse, nesse link encontra outras respostas que fazem parte desse tema, ligadas à Crítica Textual.

962 visitas


A resposta dos autores do site se encontra aqui acima.
Eventuais comentérios postados abaixo, via FaceBook, não representam o nosso parecer,
mas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores.


Comentários

Os comentários são possíveis somente através da sua conta em FaceBook